Voos são retomados em dois aeroportos de Buenos Aires

Contudo, nuvem de cinzas de vulcão chileno chega ao Rio Grande do Sul

A Administração Nacional de Aviação Civil (Anac) da Argentina informou que os aeroportos de Ezeiza e Aeroparque, em Buenos Aires, retomaram as suas atividades, na tarde desta terça-feira. As empresas aéreas reprogramaram as partidas e chegadas de seus aviões depois que diversos voos foram cancelados, pela manhã, em razão da nuvem de cinzas proveniente do vulcão chileno Peyehue.

“A partir das 16 horas, no Aeroporto Metropolitano Jorge Newberry (Aeroparque), as companhias aéreas Aerolíneas Argentina, Austral e LAN Argentina começaram a retomar suas atividades”, afirmou nota da Anac distribuída à imprensa.

Contudo, outras companhias decidiram não normalizar suas operações, apesar da liberação. “As empresas argentina Sol e brasileira TAM cancelaram a totalidade de seus voos para o dia de hoje, enquanto que a companhia também brasileira Gol cancelou seu voo vespertino e analisa se fará o mesmo com o noturno”, disse a Anac.

Na manhã desta terça, cerca de 60 voos chegando ou partindo dos aeroportos de Ezeiza e Aeroparque foram cancelados devido à nuvem de cinzas do vulcão Puyehue, localizado na fronteira entre a Argentina e o Chile.

Brasil – Além dos voos que iam para a Argentina, as companhias brasileiras cancelaram os programados para esta terça com destino a aeroportos do Uruguai, Paraguai, Chile e Peru. Segundo um boletim da Infraero, 35 dos 94 voos internacionais partindo do Brasil com decolagem ou aterrissagem previstas para a manhã desta terça, ou seja, 37,2% do total, foram cancelados por diferentes razões.

Até agora, a companhia aérea mais prejudicada foi a TAM, que informou em comunicado que, pelo menos até o meio-dia desta terça-feira, cancelou um total de 35 voos. Entre eles, 11 que sairiam de São Paulo e nove de Buenos Aires. A empresa disse estar analisando as informações sobre a densidade e o deslocamento da nuvem de cinzas e avalia que, neste momento, há riscos para a operação nessas rotas.

Já a Gol cancelou 11 voos que sairiam de São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Alegre e Santiago do Chile com destino a Buenos Aires, além de todos seus voos com saída da capital argentina.

Aproximação – A nuvem de cinzas chegou a atingir o Rio Grande do Sul nesta terça, e deve avançar sobre a região sul do país nos próximos dias. Segundo especialistas, as chuvas e os ventos fortes presentes no estado colaboraram para a chegada da nuvem, que se aproximou do Brasil pela região de Uruguaiana, na fronteira com a Argentina.

Após a erupção do último sábado, o vulcão Peyehue produziu uma densa nuvem de cinzas e areia, interrompendo atividades em aeroportos, provocando o fechamento de escolas e obrigando o cancelamento de diversos eventos na parte argentina da Patagônia.

(Com agências Estado e Efe)