Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vítima brasileira procurava novo imóvel para a família nos EUA

A mãe de Fabíola Bittar de Kroon contou ao jornal 'New York Post' buscava um imóvel mais próximo de NY e com escola na vizinhança para a filha de 1 ano

A mãe da brasileira que morreu no acidente de trem ocorrido na manhã desta quinta-feira na estação em Hoboken, em Nova Jersey, acredita que a filha estava na estação porque saiu para procurar apartamento. Sueli Bittar, mãe de Fabíola Bittar de Kroon, afirmou ao jornal americano New York Post que a filha e o genro buscavam um imóvel mais próximo de Nova York e com escola na vizinhança para Julia, a filha de 1 ano do casal.

Sueli informou ao jornal americano que recebeu um telefonema do genro confirmando a fatalidade no início da tarde. “Estamos todos muito, muito triste”, disse Sueli ao New York Post.

A mãe da vítima contou que a filha, nascida em Santos, litoral de São Paulo, deixou o Brasil para viver nos Estados Unidos há poucos meses na companhia do marido holandês, que começou a trabalhar recentemente para uma empresa em Manhattan.

LEIA MAIS:
Vítima de acidente com trem em Nova Jersey era brasileira
Trem bate em estação de Nova Jersey e deixa pelo menos um morto

No momento do acidente, o marido de Fabíola estava fora da cidade, em uma viagem a trabalho, e a filha do casal estava na creche. Segundo o Itamaraty, nenhum membro da família entrou em contato com o governo brasileiro para buscar assistência.

Fabíola estava na estação quando o trem descarrilou. Ela morreu ao ser atingida por destroços. Mais de cem pessoas ficaram feridas no acidente.