Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turquia recebe os primeiros imigrantes expulsos após pacto UE-Ancara

Pelo acordo assinado entre a União Europeia e o governo turco, imigrantes ilegais que chegam à Grécia devem ser devolvidos à Turquia se não pedirem asilo ou se o pedido for negado

Três barcos com 202 imigrantes que estavam nas ilhas gregas de Lesbos e Chios partiram nesta segunda-feira rumo à Turquia. A deportação é parte do polêmico acordo assinado entre UE e Ancara em 18 de março. De acordo com as autoridades gregas, das duas centenas de imigrantes que retornaram à Turquia, 130 são paquistaneses, 42 afegãos, dois sírios e o restante veio de países como Irã, Sri Lanka e Marrocos.

Manifestantes expressaram apoio aos expulsos, carregando uma faixa com frase “A Turquia não é segura” no terraço de um hotel diante do porto e gritando “Não às deportações”. Entretanto, não foi registrado nenhum confronto durante a operação.

Pelo acordo assinado entre a União Europeia e a Turquia, imigrantes ilegais que chegam à Grécia devem ser devolvidos à Turquia se não pedirem asilo ou se o pedido for negado. O acordo prevê ainda que, para cada sírio devolvido, outro será admitido em países da UE, com um teto de 72.000 pessoas. Em troca, a Turquia terá mais abertura com a UE e ajuda financeira.

Logo após a deportação dos primeiros imigrantes, nesta segunda-feira, a guarda costeira grega resgatou dois barcos com mais de 50 refugiados próximo à ilha de Lesbos, entre eles crianças e uma cadeirante, informou a agência de notícias Reuters.

A agência de notícias grega ANA anunciou no domingo que 750 imigrantes seriam devolvidos à Turquia entre segunda e quarta-feira, ao ritmo de 250 por dia, em sua maioria paquistaneses, cingaleses e africanos. Diante da ameaça de expulsão iminente, vários refugiados teriam solicitado asilo nas últimas horas.

A operação provoca grande preocupação entre os defensores dos direitos humanos, incluindo a organização Anistia Internacional, que acusa Ancara de forçar uma centena de sírios por dia a retornar à Síria. A Turquia nega a acusação.

Neste ano, cerca de 145.000 imigrantes viajaram da Turquia para a Grécia. Atualmente, a Turquia abriga 2,7 milhões de imigrantes sírios.

(Com AFP)