Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procura-se um papa que saiba dialogar com o século XXI

Nesta terça-feira, tem início o conclave que vai eleger seu próximo pontífice

Não existe um processo de candidatura formal para a sucessão de Bento XVI, e os cardeais que se reúnem a partir desta terça-feira no conclave que elegerá o novo papa se mantêm silenciosos sobre seus preferidos – reforçando a imprevisibilidade do processo. Desde o início da última semana, em congregações diárias que precederam o conclave, os 115 cardeais eleitores e outros com idade acima de 80 anos – que não podem votar, mas sim ser eleitos – discutiram a portas fechadas o caminho que a Igreja precisa seguir daqui para frente. Entre almoços e jantares, também puderam observar o perfil dos seus colegas, sua personalidade, talento e experiência – fatores que devem ser levados em conta na escolha do próximo papa. Especialistas ouvidos pelo site de VEJA concordam que o principal foco dos cardeais eleitores será nas habilidades administrativas e de comunicação dos muitos candidatos ao posto. Afinal, o próximo papa será o responsável por conduzir a Igreja nesses tempos difíceis. Outros atributos, como idade, carisma e origem geográfica, também podem ter um peso significativo na eleição.