Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras busca novos planos de investimento para a Argentina

Buenos Aires, 10 abr (EFE).- A Petrobras chegou a acordo nesta terça-feira com o Governo da Argentina para criar novos planos de investimento no país, em decorrência do cancelamento da licença de uma área de exploração de petróleo.

Diretores da Petrobras se reuniram nesta terça em Buenos Aires com o ministro do Planejamento argentino, Julio de Vido, e representantes do Governo da província de Neuquén. No local, há uma semana, foi cancelada a licença da filial da petrolífera de operar na área Veta Escondida.

Como informou o Ministério do Planejamento em comunicado, De Vido e as autoridades da Petrobras Argentina concordaram em trabalhar no desenvolvimento de projetos de investimento no país. Os planos serão analisados na reunião que De Vido terá, no dia 20 em Brasília, com a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster.

‘O encontro foi muito produtivo porque falamos de investimentos e expusemos nossos objetivos sobre a produção de hidrocarbonetos. Também nos comprometemos em avançar em projetos concretos, sobretudo na província de Neuquén, por causa da importância das jazidas’, disse De Vido.

Há uma semana, Neuquén suspendeu a permissão concedida a Petrobras para explorar a Veta Escondida. Os argumentos apresentados foram que a área permanecia sem produção e com investimentos insuficientes. Após ser notificada da medida, a companhia garantiu em comunicado que não houve ‘nenhum descumprimento’ que justificasse a retirada da licença.

O Governo de Neuquén está avaliando diferentes concessões para cancelar as que registraram baixa produção e poucos investimentos. Em março, já haviam sido retiradas as licenças da YPF, controlada pela espanhola Repsol para operar em três áreas.

Além de Neuquén, outras cinco províncias (Mendoza, Chubut, Santa Cruz, Salta e Río Negro) suspenderam licenças da YPF para operar em diversas áreas. Da mesma forma, as regiões de Terra do Fogo e Formosa ameaçaram a petrolífera para aumentar seus investimentos, sob pena de cancelamento das permissões de exploração.

Fontes do Governo de Chubut consultadas pela Agência Efe confirmaram que amanhã será publicada, no Diário Oficial, uma resolução abrindo licitação para duas áreas retiradas da YPF. EFE