Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Notebook com dados de Estado do premiê belga é roubado

Governo tentou manter o caso sob sigilo, mas a imprensa belga descobriu e noticiou o furto. Porta-voz negou que o computador tivesse segredos de Estado

O primeiro-ministro da Bélgica, Elio di Rupo, teve seu notebook roubado, com dados de Estado sobre a família real e a política interna do país, relata a rede britânica BBC. O furto aconteceu na tarde de segunda-feira enquanto o primeiro-ministro estava em um evento em um ginásio da capital Bruxelas, após sair da sede da Comissão Europeia. A imprensa belga noticiou o caso com dias de atraso, pois o roubo do computador pessoal do premiê estava sendo mantido sob sigilo.

Os ladrões arrombaram as portas do veículo do premiê – um modelo Audi A6 – e levaram o computador que estava no porta-malas. O motorista do primeiro-ministro não estava no carro no momento do roubo porque tinha ido a uma livraria próxima. Di Rupo e o motorista denunciaram o crime à polícia de Bruxelas.

Leia também

Premiê belga propõe aposta com Obama por jogo entre Bélgica e EUA

Além do notebook, os ladrões levaram também uma camisa branca e um carregador de celular que estavam dentro do veículo. A polícia de Bruxelas está investigando o roubo, mas não deu detalhes do prosseguimento dos trabalhos.

Não é a primeira vez que o computador pessoal de Di Rupo vai parar nas manchetes da Bélgica. Em setembro de 2013, o Ministério Público Federal belga abriu um inquérito sobre dois possíveis ataques de hackers ao notebook do primeiro-ministro. O inquérito ainda não foi concluído. Elio di Rupo, um socialista francófono, é o primeiro-ministro da Bélgica desde 2011.