Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre aos 80 anos baterista de jazz Paul Motian

Washington, 22 nov (EFE).- O baterista de jazz Paul Motian, colaborador de estrelas como Bill Evans e Keith Jarrett, morreu nesta terça-feira aos 80 anos de idade em Nova York, informa a rádio pública ‘NPR’ dos Estados Unidos.

Motian ficou conhecido principalmente por fazer parte do lendário trio do pianista Bill Evans junto com o baixista Scott LaFaro, com quem gravou dois álbuns fundamentais na história do jazz: ‘Sunday at the Village Vanguard’ e ‘Waltz for Debby’, ambos em 1961.

LaFaro e Motian revolucionaram a cena do jazz ao colocar a seção rítmica no mesmo nível que os solistas.

Na década seguinte, o baterista se uniu ao quarteto do pianista Keith Jarrett, com quem permaneceu durante mais de dez anos e trabalhou com novos ritmos.

Motian, posteriormente, transformou-se em líder de sua própria banda, na qual tocaram músicos como o saxofonista Joe Lovano e o guitarrista Bill Frisell.

Em 2006, fundou a Paul Motian Band, com a qual tocava habitualmente no tradicional clube Village Vanguard, no bairro nova-iorquino de Greenwich Village. Ele frequentava o clube desde os tempos com Evans, em 1954, e lá ele pôde ser visto poucas semanas antes de morrer.

Motian estava internado no hospital Mount Sinai de Nova York por causa de uma doença na medula óssea.

Nascido na Filadélfia em 1931, Motian cresceu em Rhode Island onde começou a tocar bateria com apenas 12 anos de idade. Ele chegou a servir na Marinha durante a Guerra da Coreia (1950-1953). EFE