Mergulhador fala sobre susto com tubarão em gaiola no México

"Continuo pensando que o tubarão, o grande tubarão-branco, é um animal magnífico e adorável ao mesmo tempo", disse Chan Ming

O mergulhador que dividiu uma gaiola por alguns segundos com um grande tubarão-branco na costa do México – cujo vídeo foi visto mais de 16 milhões de vezes -, afirma que não ficou traumatizado com seu encontro com o predador, um animal “adorável”.

De volta à China, Chan Ming, um cidadão de Hong Kong de 51 anos, relatou sua aventura, quando um tubarão se lançou em alta velocidade contra a jaula metálica de observação na qual se encontrava, sozinho.

Ming, que trabalha em uma agência de publicidade em Xangai, explicou que se esforçou para manter a calma “porque disse a mim mesmo que se entrasse em pânico seria terrível”. “O grande tubarão-branco estava entrando na jaula, tinha a cabeça presa entre as grades, e eu pensava: ‘Ei, nem pense em entrar aqui'”, disse.

Veja também

O assustador incidente ocorreu na Ilha de Guadalupe, na costa oeste do México. O animal foi atraído para perto da embarcação, para observação, por um pedaço de atum amarrado a uma corda. Segundo o autor do vídeo, em texto publicado no YouTube, o tubarão entrou na gaiola acidentalmente pois, quando mordem algo, “ficam temporariamente cegos e não conseguem nadar para trás”. Ele acredita que o animal ficou confuso e, assim, quebrou as barras de metal da gaiola.

O tubarão conseguiu sair após alguns segundos de suspense graças à agilidade da tripulação, que abriu a porta superior da gaiola.

Vinte segundos depois da saída do animal, Chan Ming deixou a jaula, ileso. O incidente ocorreu no dia 4 de outubro e não o impediu de voltar ao mar no dia seguinte. “Continuo pensando que o tubarão, o grande tubarão-branco, é um animal magnífico, magnífico e adorável ao mesmo tempo”, disse.

A empresa Solmar V Luxury Live Aboard, que organiza esse tipo de encontro no mar com tubarões, declarou que o animal não sofreu ferimentos graves ao atravessar as barras da jaula. Incidentes como este são muito raros, informou a empresa em um comunicado, acrescentando que a partir do ocorrido reforçou a segurança das jaulas.

(Com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Delcio Mencio

    Sorte dele que o tubarão notou que era um chinês, ai não quis nem provar.

    Curtir