Jornalista da Globo está entre os feridos do tumulto de Turim

Victor Bastos relatou em sua página no Facebook o medo e o desespero que sentiu após a explosão do rojão

Um repórter da Globo Nordeste foi ferido durante a confusão causada por uma falsa ameaça de bomba na praça de San Carlo, em Turim, Itália, no sábado. Victor Bastos, que estava cobrindo a transmissão da final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Juventus no local, teve ferimentos leves na perna e na boca.

O jornalista relatou em sua página no Facebook o medo e o desespero que sentiu após a explosão do rojão, que foi confundido com uma bomba pelos torcedores que assistiam o jogo na praça. “Estava a 50m da explosão (onde vi boa parte do jogo e tinha saído pouco antes). Gente aos montes sendo pisoteada e gritando que era um atentado”, escreveu na rede social.

“Corri aproximadamente 6km até a estação central de trem. No caminho muita gente ferida, desmaiada. Objetos perdidos (sapatos, bolsas, celulares). Inacreditavelmente também tinha gente aproveitando pra roubar”, continuou Bastos, que contou também que no meio do pânico conheceu um jornalista que ofereceu uma carona até a carona Milão e o ajudou a sair de Turim.

De acordo com o jornal esportivo italiano Gazzeta dello Sport, um homem teria soltado um rojão no meio dos cerca de 40.000 torcedores que acompanhavam o jogo em telões na praça de San Carlo e gritou que era uma bomba. A explosão causou pânico e mais de 1.500 pessoas se feriram por causa do tumulto e do empurra-empurra, segundo as autoridades italianas.

A maior parte foi ferida ao ser pisoteada em meio à correria. Segundo as autoridades, muitos sofreram leves lesões e foram atendidas rapidamente. Mas há ao menos uma criança pequena gravemente ferida.

A Juventus foi derrotada pelo Real Madrid por 4 a 1, neste sábado, na final disputada em Cardiff, no País de Gales.