Ivanka Trump vai ganhar escritório na Casa Branca

A filha mais velha de Donald Trump não será paga pelo governo, nem terá cargo oficial na administração do pai

Presença confirmada em eventos do governo, Ivanka Trump, filha do presidente americano, Donald Trump, vai ganhar seu próprio escritório na Casa Branca. A empresária de 35 anos terá seu próprio espaço na ala oeste da residência presidencial, onde ficam assessores do republicano – meses depois de afirmar que não teria qualquer papel formal na administração do pai.

Desde que Trump assumiu a Presidência, em 20 de janeiro, sua filha mais velha é vista com frequência no centro do poder Executivo nos Estados Unidos. Ivanka costuma ser citada pela imprensa americana como a verdadeira primeira-dama do país, uma vez que Melania, esposa do republicano, raramente aparece em eventos políticos e ainda vive em Nova York.

O advogado de Ivanka, Jamie Gorelick, disse ao site especializado Politico que ela terá acesso a material confidencial e estará submetida às mesmas normas aplicadas a outros assessores da Casa Branca. A diferença para seus “colegas” é que ela não será paga pela função e não terá cargo oficial. “A abordagem conservadora é de que Ivanka cumprirá voluntariamente as regras que seriam aplicadas se ela fosse funcionária do governo, embora não seja”, afirmou Gorelick.

O empresário do setor imobiliário Jared Kushner, marido de Ivanka, foi uma das figuras mais presentes na campanha de Trump e conquistou o cargo de assessor sênior do presidente. O casal se mudou para Washington logo após a vitória e, desde então, a empresária participa de dezenas de reuniões ao lado do pai, como seus encontros com o premiê do Canadá, Justin Trudeau, e com a chanceler alemã Angela Merkel.

A forte influência do casal sobre Trump provoca questionamentos a respeito de um possível conflito de interesses e alimenta um debate sobre a ausência de limites definidos entre os negócios da família do magnata e as atividades políticas de vários de seus membros. Kushner e a esposa não têm experiência em cargos públicos e Ivanka dirige uma linha de roupas e acessórios com seu nome.

(Com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    Hoje!
    ü$$ê
    : é QueeN_mANDa!!
    : @FiLLh@ da barBÏ&_001

    Curtir

  2. Marcello Sevach

    João Dória esta ai para provar o contrario, experiência política não quer dizer nada, se a pessoa quer realmente gerir um estado e um país ela consegue com gestão publica correta e imparcial…

    Curtir

  3. Guilherme Silva

    Os negócios da família T. geram mais questionamentos da i.m.p.r.e.n.s.a tradicional do que uma certa fundação, supostamente de caridade, que recebeu doações diretas de governos estrangeiros.
    E antes que alguém grite “nepotismo”: jurisprudência de 1993 gerada pela atuação da primeira-dama H. junto à reforma do sistema de saúde estabeleceu que membros do quadro da Casa Branca atuando como assessores não remunerados não se enquadram na proibição legal.

    Curtir