Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Iraque inicia grande operação para retomar província de Anbar do EI

O porta-voz do Comando de Operações Conjuntas do Exército iraquiano não informou se a coalizão liderada pelos Estados Unidos faz parte da nova ofensiva militar

O Iraque começou nesta segunda-feira uma grande e aguardada operação militar para expulsar os jihadistas do Estado Islâmico (EI) e retomar a província de Anbar, disse o porta-voz do Comando de Operações Conjuntas do Exército iraquiano, Yahya Rasool. Em um pronunciamento na televisão, Rasool informou que a operação começou na madrugada e que as forças do governo estão apoiadas por combatentes pró-governo xiitas e sunitas. No entanto, o porta-voz não esclareceu se a coalizão liderada pelos Estados Unidos faz parte da operação. Até o momento, o Pentágono ainda não se pronunciou sobre a operação.

Esta não é a primeira vez que o governo iraquiano anuncia uma operação para retomar Anbar, onde várias cidades, incluindo a capital provincial Ramadi e a cidade de Faluja, permanecem sob o controle do EI. Em maio, as autoridades anunciaram uma operação para retomar Ramadi, mas não houve nenhum progresso importante.

Leia também

Coalizão liderada pelos EUA ataca reduto do EI na Síria

Tesouros arqueológicos de áreas controladas pelo EI são vendidos em Londres

Estado Islâmico afoga, carboniza e decapita prisioneiros em novo vídeo

Em um breve comunicado, o primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, prometeu se vingar dos criminosos do Estado Islâmico pelos seus crimes covardes contra civis desarmados. O grupo terrorista tomou o controle de grandes partes de Anbar no início de 2014 e capturou Ramadi em maio. Rasool não forneceu mais detalhes sobre as operações em curso. Ao meio dia (7h00, no horário de Brasília), a TV estatal do país informou que as forças do governo recapturaram aldeias em torno de Faluja.

Anbar é a província mais vasta do Iraque, com cerca de um terço de seu território, e é fronteiriça com a Arábia Saudita, Jordânia e Síria. O Iraque enfrenta desde junho de 2014 uma cruel guerra contra o EI, que conquistou amplas zonas do território e proclamou um califado em territórios iraquiano e da vizinha Síria.

Novos caças – Horas depois do anúncio da operação militar, o Ministério de Defesa do Iraque anunciou a chegada de quatro aviões F-16 de combate dos Estados Unidos à base aérea de Balad, ao norte de Bagdá. Eles são parte de 36 caças F-16 comprados pelo governo iraquiano.

(Da redação)