Furacão desenterra balas de canhão de mais de 150 anos nos EUA

Um esquadrão antibombas foi chamado para detonar os explosivos na praia

A passagem do furacão Matthew pela costa leste dos Estados Unidos desenterrou balas de canhão usadas na Guerra Civil americana (1861 – 1865). A artilharia foi descoberta em uma praia na Carolina do Sul, e um esquadrão antibombas da Força Aérea dos EUA foi chamado para detonar os explosivos.

Segundo a rede americana CNN, a artilharia foi encontrada na tarde de domingo por um morador de Charleston que passeava em Folly Beach, praia localizada em uma área não residencial da cidade. “Dá para ver os furos dos fusíveis nas bolas”, disse à emissora um policial que atendeu ao chamado.

LEIA MAIS:
Número de mortos pelo furacão no Haiti passa de mil
Vídeo: mar invade casa durante a passagem de furacão na Flórida

Ao menos dezessete mortes associadas ao furacão foram registradas nos quatro Estados por onde ele passou (Flórida, Carolina do Sul, Carolina do Norte e Geórgia). Cerca de 2 milhões de residências ficaram sem energia. Na Carolina do Norte, enchentes forçaram milhares de pessoas a procurar abrigos de emergência.

O furacão Matthew, que provocou destruição no Caribe, perdeu força e se afastou da costa americana. O poderoso furacão, a tempestade mais forte no Caribe em quase uma década, chegou ao Haiti com ventos de 233 quilômetros por hora e chuvas torrenciais que deixaram mais de 1.000 mortos e 1,4 milhão de pessoas com necessidade de ajuda humanitária, informou o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários.