Exército sírio retoma controle de Palmira e expulsa EI

Retomada da cidade com o auxílio de ataques aéreos russos marca uma das maiores derrotas do grupo jihadista no conflito

Forças do governo sírio retomaram o controle da cidade de Palmira neste domingo e expulsaram o grupo terrorista Estado Islâmico do local, após semanas de combate. A vitória do Exército da Síria foi confirmada pela imprensa estatal e pelo principal grupo que monitora o conflito na Síria, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A retomada de Palmira marca o maior revés para o Estado Islâmico na Síria desde que a intervenção russa mudou a maré do conflito de cinco anos em favor do presidente Bashar Assad.

Patrimônio da Humanidade pela Unesco por suas ruínas datadas da época do Império Romano, a cidade de Palmira estava sob controle do Estado Islâmico desde maio do ano passado. Durante a ocupação, os jihadistas destruíram diversos monumentos milenares e executaram o arqueólogo responsável pelo sítio arqueológico. Além de sua importância histórica, Palmira também é estratégica no conflito por ligar a capital síria Damasco ao território iraquiano. A cidade também está na rota para Raqqa, um dos principais redutos do Estado Islâmico.

O comando do Exército da Síria afirmou que as forças do regime de Bashar Assad conquistaram Palmira com o apoio de ataques aéreos russos. O governo sírio pretendo agora usar a cidade como base para operações militares contra outras regiões dominadas pelo Estado Islâmico no leste do país, como Raqqa e Deir al-Zor.

(Com agência Reuters)