EUA dizem que reatamento do diálogo nuclear com Irã é ‘passo positivo’

Cartagena (Colômbia), 14 abr (EFE).- O governo dos EUA afirmou neste sábado que vê como um ‘passo positivo’ o reatamento do diálogo nuclear entre o Irã e as grandes potências do Grupo 5+1, e que a reunião realizada hoje em Istambul, na Turquia, significou uma ‘clara mensagem’ para que Teerã prove que seu programa atômico tem fins pacíficos.

‘É um passo positivo’, afirmou o conselheiro adjunto de Segurança Nacional da Casa Branca, Ben Rhodes, em entrevista coletiva concedida em Cartagena, na Colômbia, onde o presidente dos EUA, Barack Obama, encontra-se para participar da 6ª Cúpula das Américas.

O encontro do Grupo 5+1 (composto por Estados Unidos, França, China, Rússia e o Reino Unido mais a Alemanha) e o Irã terminou sem avanços concretos, mas foi decidido que será realizada uma nova reunião em 23 de maio, em Bagdá, no Iraque.

O encontro de Istambul ocorreu após 15 de meses de interrupção dos diálogos entre as partes. Em janeiro de 2011, uma reunião nesta cidade terminou em fracasso.

Desde então, tanto o governo Iraniano como a comunidade internacional endureceram suas posturas. Teerã acelerou seu programa de enriquecimento de urânio, e a ONU, EUA e a União Europeia aumentaram suas sanções contra o país árabe.

Rhodes disse ainda que os Estados Unidos, além do diálogo no âmbito do Grupo 5+1, estão dispostos a uma ‘discussão bilateral’ com o Irã.

O conselheiro adjunto frisou que, assim como Obama repetiu várias vezes nas últimas semanas, o tempo para negociar com o Irã e chegar a um acordo ‘não é ilimitado’. EFE