Dez notícias falsas proferidas por Trump

Desde que anunciou sua candidatura à presidência, em junho de 2015, 69% das declarações de Trump foram falsas e apenas 4% completamente verdadeiras

No domingo, o governo de Donald Trump completa 100 dias. De acordo com uma pesquisa realizada pelo PolitiFact, desde que anunciou sua candidatura à presidência, em junho de 2015, 69% das declarações de Trump foram falsas, e apenas 4% completamente verdadeiras. Como presidente, Trump teve suas falas ainda mais analisadas.

Conheça as dez maiores “fake news”, ou notícias falsas, espalhadas pelo presidente em seus primeiros 100 dias de governo.

1. Aparições na Revista Time 

“Temos o recorde de todos os tempos na história da Time Magazine. … Eu estive nela por 15 vezes este ano. ”

Donald Trump

O tuíte é de 21 de janeiro de 2017.

 Verdade: Trump apareceu na capa da revista Time onze vezes no ano passado. O recorde está com Richard Nixon que apareceu na revista 55 vezes em 2016. Hillary Clinton foi capa entre 22 vezes no mesmo período. 

2. A reunião com o presidente do México 

“O presidente do México e eu concordamos em cancelar nossa reunião planejada para a próxima semana. A menos que o México vá tratar os Estados Unidos com justiça, com respeito, tal reunião seria infrutífera e eu quero seguir um caminho diferente”.

Donald Trump

Verdade: Horas antes da declaração de Trump a respeito do suposto consenso sobre o cancelamento da reunião, no dia 26 de janeiro, o presidente do México, Enrique Peña Nieto tuitou que havia entrado em contato com a Casa Branca para suspender a reunião, em razão da insistência sobre a construção de uma barreira física na fronteira entre os países. Peña Nieto acrescentou: “lamento e rejeito a decisão dos Estados Unidos de continuar a construir um muro que durante anos não nos une, mas divide-nos”.

3. A taxa de homicídio na Filadélfia 

“Aqui na Filadélfia, a taxa de homicídio tem sido constante – quero dizer, apenas terrivelmente crescente.”

Donald Trump

A informação errada foi dita no dia 26 de janeiro, durante uma coletiva de imprensa.

Verdade: A taxa de homicídio na Filadélfia diminuiu significativamente na última década, de 397 em 2007 para 277 em 2016.

4.  Cristãos barrados nos EUA

Nos governos anteriores, “se você fosse muçulmano você poderia entrar, mas se fosse cristão, era quase impossível”.

Donald Trump

No dia 27 de janeiro, em entrevista ao Christian Broadcasting Network, Trump afirmou que cristãos eram impedidos de entrar nos Estados Unidos nos governos anteriores.

Verdade: De acordo com dados do  Pew Research Center, no ano fiscal de 2016 quase todos os refugiados cristãos que solicitaram refúgio foram admitidos pelos Estados Unidos, o que totalizou 37.521 admissões, assim como os refugiados muçulmanos que tiveram 38.901 dos seus pedidos atendidos.

5. A imprensa não divulga atentados terroristas

“Você já viu o que aconteceu em Paris e em Nice, em toda a Europa, está acontecendo, chegou a um ponto em que nem sequer está sendo relatado e, em muitos casos, a imprensa muito desonesta não quer denunciá-la. Eles têm suas razões, e você entende isso.

Donald Trump

Em 6 de fevereiro, Trump afirmou em entrevista coletiva que os ataques terroristas em toda a Europa “nem sequer estão sendo relatados”.

Verdade: os ataques terroristas de Nice e Paris citados no discurso de Trump foram amplamente divulgados pela imprensa mundial. Recentemente, outros atentados, como os que ocorreram em Estocolmo (abril), São Petersburgo (abril), Paris (abril) e Londres (março), também estamparam as manchetes dos principais veículos internacionais.

6. A ‘conexão russa’ 

“Esta conexão russa sem sentido é apenas uma tentativa de encobrir os muitos erros cometidos na campanha perdedora de Hillary Clinton”

Donald Trump

A mensagem da rede social foi publicada no dia 15 de fevereiro.

Verdade:CNN e o The New York Times  informaram que membros da campanha de Donald Trump mantiveram contato com russos durante a campanha presidencial. As informações foram divulgadas depois de registros telefônicos terem sido interceptados.

7. A Suécia está insegura

“Temos de manter o nosso país a salvo. Vejam o que está acontecendo na Alemanha, vejam o que aconteceu na noite passada, na Suécia. Suécia, quem acreditaria? ”.

Donald Trump

Verdade: Em discussão sobre o terrorismo no dia 18 de fevereiro em Melbourne, na Flórida, Donald Trump citou como exemplo de ataque terrorista um suposto incidente na Suécia, que nunca ocorreu. Assim que os vídeos da coletiva foram divulgados, diversos suecos comentaram nas redes sociais a respeito da inexistência do incidente. Trump virou piada no país.

8.  O Obamacare abrange “pouquíssimas pessoas”

“Nós vamos fazer isso menos caro. Nós vamos fazer isso melhor. O projeto “Obamacare” abrange pouquíssimas pessoas.

Donald Trump

Em 24 de fevereiro, em um discurso na Conferência Anual de Ação Política Conservadora em National Harbor, Trump comentou a respeito da sua proposta de reforma do sistema de saúde e criticou o Obamacare, afirmando que o projeto abrangia “pouquíssimas pessoas”.

Verdade: Um relatório divulgado pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos informou que que 20 milhões de pessoas são beneficiadas pelo projeto “Obamacare”.

9. Trump não conhecia Bannon antes da campanha

“Eu gosto do Steve, mas você tem que lembrar que ele não estava envolvido na minha campanha até recentemente…Eu já tinha batido todos os senadores e todos os governadores, e não conhecia Steve. Eu sou meu próprio estrategista e não iria mudar de estratégia porque eu estava enfrentando Hillary. “

Donald Trump

Em entrevista ao New York Post, em 12 de abril, Trump afirmou não ter conhecido o seu estrategista político, Steve Bannon, antes da campanha.

Verdade: No dia 17 de agosto de 2016 quando Trump anunciou a contratação de Bannon e da conselheira Kellyanne Conway como parte da campanha presidencial, ele afirmou “Conheço Steve e Kellyanne há muitos anos. Eles são extremamente capazes, muito qualificados, pessoas que amam ganhar e sabem como ganhar”. 

10. Trump terá de tomar medidas contra a Coreia do Norte, que adquiriu armas nucleares

“Eu fui colocado em uma posição onde ele (líder da Coreia do Norte) atualmente tem armamentos nucleares e nós temos que fazer algo sobre isso”.

Donald Trump

O presidente afirmou que terá que tomar medidas contra a Coreia do Norte, pois, atualmente, Pyongyang surgiu com armas nucleares.

Verdade: Donald Trump não foi o primeiro presidente a lidar com a questão nuclear na Coreia do Norte. O país realizou seu primeiro teste nuclear bem sucedido em 2006, durante a presidência de George W. Bush e no governo Obama mais armas também foram testadas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Valeriano Panter

    Mas como mentem estes caras, não o Trump, vocês que noticiam fake news que não existiram, vocês são lamentáveis. Podem haver bravatas deste senhor, mas e daí? Quantos políticos falam bravatas nos partidinhos que vocês defendem? Qual é a gravidade destas ditas notícias falsas se vocês usam notícias falsas para atacarem as supostas notícias falsas de seus alvos?

    Curtir

  2. “Eike Batista compete honestamente”. Esta na capa de uma revista Veja…

    Curtir

  3. Trump está fazendo uma caça aos pedófilos nos Estados Unidos. Já houve a prisão de 3000 deles, desde que ele se elegeu. A Fake Veja não noticiou isso…

    Curtir

  4. werly da gama dos santos

    De boa aqui esperando as 100 #fakenews da imprensa sobre Donald Trump. Vocês são um asco.

    Curtir

  5. Eliane Moura

    Quá, quá, quá! Vcs não se mancam de que perderam a credibilidade e NINGUÉM MAIS ACREDITA EM VCS!!!
    O Trump pode ter se enganado, mas vcs mentem. A Suécia é segura? Então mandem as mães e filhas de vcs passearem num bairro islâmico lá!

    Curtir

  6. Edwaldo Cristian Vargas Rodrigues

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Como vocês adoram fazer chacota, hein. Grande jornalismo esse. 🙂

    Ai, ai. Bando de mentirosos.

    Curtir

  7. Waldinei de Oliviera

    Que tal uma matéria “Quatrocentas fake news proferidas contra Trump pela velha imprensa”?

    Curtir

  8. Notícia falsa se lê de jornalista.

    Curtir