Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Correa diz não reconhecer nenhum outro presidente do Paraguai

Quito, 22 jun (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, qualificou como um ‘golpe ilegítimo’ o impeachment nesta sexta-feira de Fernando Lugo como presidente do Paraguai e disse que não reconhecerá nenhum outro presidente desse país.

Em uma nota publicada no diário oficial ‘El Ciudadano’, Correa disse que a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) deve pôr em prática suas normas ‘contra atos ilegítimos como o ocorrido no Paraguai em 24 horas, que contempla, por exemplo o fechamento de fronteiras’.

Ao mesmo tempo anunciou que seu Governo ‘não reconhecerá nenhum outro presidente do Paraguai que não seja o legitimamente eleito, Fernando Lugo’, já substituído por Federico Franco, seu vice-presidente, que jurou o cargo uma hora e meia depois da destituição.

A nota afirma que o ato contra Lugo foi realizado ‘mediante um golpe ilegítimo do Poder Legislativo, em um tempo recorde, enquanto Lugo participava da Rio+20 no Brasil’. EFE