Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte nomeia Kim Jong-Un comandante do exército

A Coreia do Norte disse neste sábado (local) que Kim Jong-Un, o filho do falecido líder Kim Jong-Il, assumiu o “comando supremo” do exército do país, conforme divulgou a mídia estatal neste sábado.

Kim Jong-Un já havia sido declarado “líder supremo” do país durante as cerimônias em memória de seu pai na quinta-feira, quando a nação completou os 13 dias de luto pela morte de Kim Jong-Il.

“O querido e respeitado Kim Jong-Un assumirá o comando supremo do Exército Popular da Coreia em 08 de outubro,” de acordo com a declaração da agência de notícias estatal KCNA.

Apesar do comunicado deste sábado ser a primeira confirmação oficial de que Kim controlará as forças armadas, relatos anteriores sugerem que ele já estava à frente da instituição quando seu pai ainda estava vivo.

O exército norte-coreano é o quarto maior do mundo em número de soldados, com 1,2 milhão de membros.

Os primeiros passos do herdeiro, que tem ainda menos de 30 anos, são seguidas cuidadosamente. Com posse de armas nucleares, a Coréia do Norte é uma questão importante para a diplomacia regional da China, seu único aliado de peso, e os Estados Unidos.

Apesar dos apelos ocidentais para que a Coreia do Norte siga o exemplo da Birmânia e faça reformas políticas e econômicas, o novo líder tem indicado que irá continuar a doutrina comunista familiar, dizem analistas.

Nesta sexta-feira, a Coreia do Norte disse que o mundo não vai mudar política de seu novo líder e se negou a estabelecer diálogo com o atual governo de Seul.

“Declaro solenemente e orgulhosamente aos formuladores das políticas estúpidas do mundo, incluindo os fantoches sul-coreanas, que não aguardem a menor mudança de nossa parte”, disse a Comissão Nacional de Defesa norte-coreano em um comunicado divulgado pela KCNA. “Como dissemos, continuaremos nos recusando a estabelecer ligações com o traidor Lee Myung-Bak e seu grupo”, acrescentou a Comissão de Defesa Nacional, referindo-se ao presidente sul-coreano.