Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte afirma ter encontrado cura para MERS, Ebola, Sars e Aids

A 'vacina milagrosa' já havia sido divulgada como a solução para as epidemias de gripe aviária de 2006 e 2013

A Coreia do Norte afirma ter conquistado sucesso em uma área em que cientistas de diversas partes do planeta falharam. O país mais fechado do mundo anunciou que conseguiu desenvolver uma droga capaz de prevenir e curar não só uma, mas quatro doenças que assustam a humanidade: MERS, Ebola, Sars e AIDS. O ingrediente secreto da injeção milagrosa que combate todos esses vírus é o ginseng – uma conhecida planta oriental cuja raiz promete aumentar a longevidade, melhorar a saúde do coração e do cérebro, curar inflamações e diminuir o estresse.

A agência de notícias oficial do país, a KCNA, afirmou que os cientistas norte-coreanos desenvolveram a Kumdang-2 a partir da ginseng cultivada com fertilizantes e “micro-quantidades de ouro e platina”. A Coreia do Norte já havia anunciado anteriormente a surpreendente capacidade de cura dessa injeção, durante as epidemias de gripe aviária de 2006 e 2013. De acordo com o jornal The Guardian, a droga foi produzida originalmente em 1996.

Leia também:

Coreia do Norte está sofrendo sua ‘pior seca em 100 anos’

Soldado norte-coreano desertou porque apanhava muito no Exército

Coreia do Sul fecha escolas por medo de vírus MERS

“Vírus maliciosos e infecciosos como Sars, Ebola e MERS são doenças relacionadas ao sistema imunológico, então podem ser facilmente tratadas com a injeção medicamentosa Kumdang-2, que é um forte ressuscitador da imunidade”, informou a KCNA. O governo norte-coreano, no entanto, não forneceu nenhuma prova científica de sua descoberta.

No ano passado, a Coreia do Norte chegou a impedir a entrada de turistas por um período de seis meses com medo de contaminação pelo vírus Ebola, embora nenhum caso da doença tenha sido identificado em regiões próximas do país. As restrições foram suspensas no início desse ano. Ao que parece, uma das maiores batalhas travadas no país é contra a tuberculose e outras doenças respiratórias, que estão entre as maiores causadoras de mortes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

(Da redação)