Coreia do Norte afirma que teste com míssil foi bem-sucedido

Lançamento de projétil, o terceiro em três semanas, foi condenado pelo presidente americano Donald Trump

A Coreia do Norte confirmou nesta segunda-feira o lançamento de um míssil balístico que caiu ontem no Mar do Japão, segundo informou a agência estatal KCNA. O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, observou o lançamento de um “foguete balístico de precisão guiada e capaz de fazer ataques de ultra precisão”, detalhou em inglês a agência de notícias norte-coreana. “O foguete balístico voou para o leste (…) e atingiu corretamente o alvo planejado com um desvio de sete metros”, acrescentou a nota da agência estatal.

A vizinha Coreia do Sulhavia alertado nesta segunda-feira que a Coreia do Norte disparou “pelo menos um míssil” de um design baseado nos Scud soviéticos. O míssil alcançou uma altura máxima de 120 quilômetros e percorreu 450 quilômetros rumo ao leste antes de cair no Mar do Japão, segundo informou Seul.

O lançamento – o terceiro teste de míssil feito pelo regime de Pyongyang em menos de três semanas – representa um novo desafio de Kim às ameaças de novas sanções pela ONU e advertências americanas sobre uma possível ação militar e provocou uma condenação enérgica do presidente dos Estados Unidos. Donald Trump afirmou que o lançamento foi uma falta de respeito com relação à China, o principal aliado de Pyongyang, que tenta dissipar as tensões geradas pelas aspirações nucleares de seu vizinho.

Pacotes sucessivos de sanções da ONU foram, até o momento, infrutíferos para deter as ambições do regime comunista norte-coreano, que diz querer desenvolver um míssil balístico intercontinental capaz de impactar com uma ogiva nuclear o território continental dos Estados Unidos.

(com EFE e AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. “Bem sucedido” para o exército de Brancaleone significa:
    Ainda bem que não caiu na NOSSA cabeça!

    Curtir

  2. Vilma Batista

    Parece que esse ditador coreano não tem muita noção das coisas. Fica mexendo em vespeiro sem se dar conta de que, de uma hora para outra, pode ser atacado.

    Curtir