Choque entre trens deixa 36 mortos e mais de 120 feridos no Egito

As vítimas foram levadas por 75 ambulâncias a hospitais de Alexandria

Dois trens colidiram na cidade costeira egípcia de Alexandria nesta sexta-feira, deixando 36 mortos e 123 feridos, informou o Ministério de Saúde do Egito. O acidente aconteceu na região de Korshed, perto da estação ferroviária do município de Abis, segundo a agência oficial Mena.

Os feridos foram levados por 75 ambulâncias a hospitais de Alexandria, a segunda maior cidade do Egito, segundo informou o porta-voz do Ministério de Saúde e Moradia, Khaled Mujahid, citado pela agência. Os corpos de 22 vítimas foram encaminhados ao necrotério de Kum al Deika, nove para o de Sadr al Maamura e os outros cinco ao de Ras al Tin, detalhou Mujahid. Uma autoridade médica disse à TV estatal que alguns feridos ainda estavam presos nos trens.

“O trem em que eu viajava estava indo muito rápido”, disse o passageiro Moumen Youssef. “Eu me vi no chão. Quando nós saímos, nós encontramos quatro vagões de trem destruídos e muitas pessoas no chão”.

O acidente, que aconteceu às 14h15 (9h15 no horário de Brasília), provocou o descarrilamento da locomotiva de um trem e de dois vagões de outro, informou a Autoridade Ferroviária Egípcia. Um erro na mudança de ferrovia é a causa mais provável da colisão, disse uma fonte da área de segurança, sem dar detalhes adicionais. O promotor-geral do Egito, Nabil Sadiq, ordenou a abertura imediata de uma investigação das causas da colisão.

O acidente é o mais grave ocorrido no país desde 2012, quando 50 pessoas – na maioria crianças – morreram na colisão de um trem com um ônibus escolar ao sul do Cairo.

(com Reuters e EFE)