Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cameron e Macri querem “novo capítulo” na relação entre Argentina e Grã-Bretanha

O presidente argentino, Mauricio Macri, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmaram nesta quinta-feira que “existe a possibilidade de abrir um novo capítulo” entre os dois países. Ambos os líderes se encontraram em Davos, na Suíça, onde acontece o Fórum Econômico Mundial.

Quanto à disputa sobre as Ilhas Malvinas, o tema mais delicado das relações diplomáticas entre os dois países, um comunicado da assessoria do premiê britânico informou que “o primeiro-ministro deixou claro que nossa posição continua sendo a mesma e que no recente referendo ficou absolutamente claro que os habitantes das ilhas querem continuar sendo britânicos”.

Leia também

Macri acusa governo Kirchner de permitir avanço do narcotráfico na Argentina

Balcarce: o simpático ‘primeiro-cão’ da Argentina

Macri vai reabrir investigação da misteriosa morte do promotor Nisman

A Argentina reivindica a soberania sobre o arquipélago ao sul de seu território e a disputa entre os dois países já motivou uma guerra em 1982, quando as tropas argentinas foram rapidamente derrotadas pelas forças britânicas, muito melhor equipadas e treinadas.

O chefe de Gabinete de Macri, Marcos Peña, afirmou, no entanto, que “a disputa pelas Malvinas será um entrave para ter um bom relacionamento” com a Grã-Bretanha. Peña descreveu o encontro como “uma reunião muito boa” e ratificou a posição Argentina sobre Malvinas. “Ambos os líderes têm opiniões diferentes sobre as Ilhas Malvinas”, disse.

Leia mais

Macri reafirma soberania argentina sobre Ilhas Malvinas

(Da redação)