Atentados deixam 19 mortos no Afeganistão

Pelo menos 19 pessoas morreram e 39 ficaram feridas nesta terça-feira em três atentados suicidas no oeste e no sul do Afeganistão, nos quais também faleceram seis homens-bomba, informaram as autoridades afegãs.

Doze pessoas morreram e 28 ficaram feridas na província de Herat, quando dois homens – a bordo de um automóvel perseguido pela polícia – detonaram o veículo na entrada de um prédio do governo distrital.

Dois policiais e um oficial do serviço secreto morreram no ataque.

Horas depois, quatro policiais morreram e cinco ficaram feridos na região de Helmand (sul), quando três homens-bomba atacaram um complexo de prédios do governo.

O terceiro atentado suicida, que matou três policiais e deixou seis oficiais feridos, ocorreu quando um terrorista a bordo de uma moto detonou os explosivos perto de um grupo de agentes que se deslocava para ajudar os colegas vítimas do ataque em Helmand.

Os talibãs – que fizeram dos atentados suicidas e das bombas de fabricação caseira suas principais armas – reivindicaram os ataques de Helmand, mas não o de Herat.