Ataque a cassino deixa 36 mortos nas Filipinas

Atirador invadiu o local, disparou contra máquinas de jogos e ateou fogo às mesas. Vítimas morreram sufocadas. Polícia descarta terrorismo

Pelo menos 36 pessoas morreram em um cassino de Manila, capital das Filipinas, na madrugada desta sexta-feira, quando um atirador invadiu o local e ateou fogo às mesas de jogos. Segundo a imprensa local, as vítimas não foram baleadas, mas sufocadas pela fumaça.

O massacre aconteceu no hotel e cassino Resorts World Manila por volta da meia-noite. O agressor, ainda não identificado, começou a disparar contra máquinas de jogos e aparelhos de TV, encheu uma sacola com fichas no valor de US$ 2,3 milhões e incendiou o estabelecimento, segundo testemunhas.

De acordo com Tomas Apolinario, do Corpos dos Bombeiros, citado pela rede americana CNN, a maioria dos corpos, de mulheres, foi encontrada no banheiro. Mais de 50 feridos foram encaminhados para os hospitais.

Após deixar o cassino, de acordo com a polícia, o atirador ateou fogo a si próprio. Foi encontrado morto em um quarto do quinto andar do hotel, ao lado de uma pistola e um fuzil. Conforme  a BBC, a polícia não acredita que o caso guarde qualquer relação com terrorismo.