A nova do príncipe Harry: ele pensou em sair da família real

Em entrevista, o príncipe diz que abusou das baladas numa tentativa de fuga e que só resistiu graças ao apoio da avó, a rainha Elizabeth II

O príncipe Harry pensou em sair da família real britânica, revela uma reportagem publicada neste domingo no jornal The Mail on Sunday. Em entrevista ao jornal inglês, o filho mais novo do príncipe Charles e da princesa Diana, de 32 anos, admite que na juventude se sentia muito desconfortável com a exposição pública que sua condição impunha e estava determinado a viver uma vida normal.

“Houve um momento em que meu desejo era de sair”, diz o príncipe ao jornal. Harry conta que só não seguiu esse impulso graças às palavras de incentivo de sua avó, a rainha Elizabeth II. E que então decidiu ficar “para conquistar o seu espaço”. Ele afirma que esteve próximo de um colapso nervoso várias vezes nessa fase difícil e que abusou do álcool, do cigarro e das baladas como forma de escapismo.

Harry já havia provocado polêmica nesta semana ao assegurar que nenhum membro da família real quer ser o futuro monarca.

O quinto na linha de sucessão ao trono explicou ao The Mail on Sunday que alistar-se no Exército foi a sua melhor “via de escape”, e que essa experiência de ser “simplesmente Harry” o levou a considerar abandonar o seu papel na família real.

“Senti que queria sair, mas decidir ficar e conquistar um espaço para mim”, assegurou.

Desde a sua passagem pelo Exército britânico, com o qual esteve por duas vezes no front no Afeganistão, Harry se tornou um ferrenho defensor dos militares.

Nesta semana, o príncipe falou à Newsweek sobre as imagens de 1997, em que é visto quando criança segurando o caixão de sua mãe, a princesa Diana de Gales, e afirmou que “ninguém deveria pedir algo assim a uma criança”.

Também assegurou que ninguém em sua família tem vontade de ser o sucessor da rainha Elizabeth II. “Não fazemos isto por nós, mas pelo bem do povo em primeiro lugar”, declarou.

(com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Luís dos Santos

    HARRY É UM REPTILIANO!

    Curtir

  2. Ademilson Ribeiro

    Mesmo caso dos funcionários públicos brasileiros. Reclamam, fazem greves, manifestações, atiram coisas no patrimônio público…. mas pedir a conta, ninguém pede.

    Curtir