Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

União Barbarense encara estádio lotado e São Bernardo para ganhar A2

A tradição do interior paulista luta contra a força econômica do ABC neste sábado, às 19h (de Brasília), no estádio 1de Maio, em São Bernardo do Campo, quando o União Barbarense entra em campo diante do time da casa e de um estádio com médias de público invejáveis até para os grandes do futebol do Estado.

Campeão da Sériec C do Campeonato Brasileiro em 2004 e da mesma Série A2 em 98, o time de Santa Bárbara D’Oeste tenta voltar a conquistar uma taça depois de oito anos de jejum, que levaram a equipe à terceira divisão paulista e a ficar fora das competições em âmbito nacional.

Quando conquistaram o acesso, os jogadores fizeram carreta na cidade e foram ovacionados. Um título, porém, pode alçar a equipe a um patamar ainda maior..Para isso, os alvinegros precisam derrotar a força do Tigre dentro de seus domínios, que costumam estar lotados graças à negociação antecipada dos ingressos com as empresas da cidade, o que garante, normalmente, um público de dez mil na arena.

‘Será mais um jogo em nosso estádio com casa cheia, uma festa bonita para receber os jogadores. A cidade trabalha como 12jogador do São Bernardo e com certeza manterá essa postura de incentivo, pintando o 1de Maio com as nossas cores, a fim de levar o time ao título paulista’, comentou o presidente Luiz Fernando Teixeira.

No duelo, o grande trunfo seria o atacante Tuta, que não tem escalação confirmada. ‘Vamos esperar o Tuta para ver o que vamos fazer. Ele esteve liberado para ir ao Rio de Janeiro resolver problemas particulares. Precisamos ver o jogador e faremos mais uma movimentação para a definição’, frisou o técnico Claudemir Peixoto.

O treinador vai promover os retornos do goleiro Thiago Passos e do volante e capitão Cláudio Britto, que ficaram de fora do primeiro jogo da decisão por estarem suspensos. O time terá força máxima, com Thiago Passos; Alex, Rafael Silva, Juliano e César; Cláudio Britto, Edílson Azul, Paulo Santos e Melinho; Caihame e Cezinha.O comandante entende que os convites que surgiram aos jogadores do elenco, alguns inclusive já confirmaram acertos (ele, por exemplo, vai comandar o Santo André na sequência da temporada), não interferem em nada nessa decisão.

‘Não tem nada a ver. A hora que a bola rola ninguém pensa nisso, todos entram em campo para vencer. O acerto ou os interesses de clubes dão mais tranquilidade aos jogadores’, explicou.

Do outro lado, o Bernô precisa de um simples empate, graças ao gol de Renato Peixe já nos acréscimos da partida de ida, sábado passado.

‘Estamos vivendo uma grande expectativa para este jogo, com muita concentração, justamente porque sabemos que o União tem muitas qualidades e jogará para vencer. Por isso, estamos ainda mais focados e vamos brigar muito pelo título do início até o fim da partida’, garantiu o atacante Ricardinho.