Tite: ‘Não via os jogos da seleção, isso me machucava’

Mágoas por não ter sido chamado em 2014 ficaram no passado. De bem com Del Nero, Neymar e torcida, Tite abre o jogo e planeja um futuro cheio de alegria

Tite já se sente em casa. Há três meses no cargo, se mudou para o Rio de Janeiro e demonstra intimidade com os funcionários da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a quem cumprimenta, um a um, com um sorriso no rosto. A receptividade e a simpatia sempre foram suas marcas, mas chamam ainda mais atenção no antes carregado ambiente na sede da entidade, na Barra da Tijuca. As carrancas de Luiz Felipe Scolari e Dunga fazem parte do passado, um tempo que nem mesmo Tite gosta de lembrar. Com um discurso muito respeitoso em relação aos antecessores – contou que só não ligou para Dunga, pois não queria constrangê-lo –, Tite disse não ter acompanhado os jogos da seleção brasileira de 2014 para cá. O motivo: doía-lhe não estar no lugar de Dunga.

Aqui, a entrevista exclusiva completa

 

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s