Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tipsarevic derruba atual campeão Djokovic em Madri

Por AE

Madri – O sérvio Novak Djokovic protagonizou mais uma zebra no Masters 1000 de Madri. Nesta sexta-feira, o número 1 do mundo e atual campeão se despediu nas quartas de final ao ser derrotado pelo compatriota Janko Tipsarevic por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/2) e 6/3.

Com a queda precoce, Djokovic se juntou ao espanhol Rafael Nadal, número dois do ranking, eliminado na quinta-feira, pelas oitavas de final. Por coincidência, Nadal também caiu diante de um amigo pessoal, o compatriota Fernando Verdasco.

Djokovic e Nadal fizeram coro na quinta ao criticar as condições de jogo no saibro azul de Madri. Ambos afirmaram que não voltarão a competir na capital espanhola se a organização do torneio mantiver o piso escorregadio nos próximos anos. Eles querem o retorno do tradicional saibro vermelho.

Nesta sexta, Djokovic e Tipsarevic fizeram um set inicial de muito equilíbrio. O líder do ranking garantiu seus saques com tranquilidade, mas cometeu uma série de erros no tie-break e viu o compatriota abrir 4/0 antes de fechar a parcial.

Tipsarevic manteve o embalo no segundo set e faturou a primeira quebra de saque do jogo no sexto game, fazendo 4/2 no placar. Mais consistente, chegou a ameaçar novamente o serviço de Djokovic e ficar perto da vitória, mas viu o rival salvar três match points seguidos.

O número 1, porém, não conseguiu resistir à pressão do adversário no game seguinte e cedeu a vitória após 1h43min de partida. Foi o segundo triunfo de Tipsarevic sobre Djokovic em seis jogos disputados no circuito profissional.

Na semifinal, Tipsarevic enfrentará o vencedor do duelo entre Roger Federer e o local David Ferrer. O tenista da Suíça se tornou o grande favorito ao título após as quedas de Nadal e Djokovic.

No outro lado da chave, o argentino Juan Martín del Potro e o checo Tomas Berdych farão a outra semifinal. O primeiro superou nesta sexta o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 6/3 e 6/4, enquanto Berdych bateu Fernando Verdasco, o algoz de Nadal, por 6/1 e 6/2.