Tiger Woods revela drama: dores, insônia e ‘ajuda profissional’

Ex-número 1 do golfe diz viver a base de medicamentos. Há três semanas, ele foi detido por supostamente dirigir sob efeito de álcool

O golfista americano Tiger Woods, uma das grandes personalidades da história do esporte, usou sua conta no Twitter nesta segunda-feira para detalhar o drama pessoal que vem enfrentando. Três semanas depois de ser detido por supostamente dirigir sob efeito de álcool – ele alegou ter misturado remédios -, o atleta de 41 anos revelou sofrer de dores nas costas e insônia.

“Atualmente estou recebendo ajuda profissional para gerenciar meus medicamentos e as formas de lidar com as minhas dores nas costas e distúrbio do sono. Quero agradecer a todos pelo incrível apoio e compreensão, especialmente os fãs e jogadores do tour”, escreveu, em um breve comunicado.

Woods, que apareceu completamente desorientado em imagens divulgadas pela polícia da Flórida, foi detido em 29 de maio e liberado horas depois. “Eu quero que o público saiba que o álcool não estava envolvido. O que aconteceu foi uma reação inesperada por conta de medicamentos. Eu não sabia que a mistura de medicamentos tinha me afetado tão fortemente”, afirmou Woods, dias depois.

Woods é até hoje um dos atletas mais bem pagos do mundo, graças a acordos publicitários. Seu último grande título, porém, foi em 2008. Desde então, ele teve uma série de lesões e se envolveu em escândalos de ordem pessoal. Em 5 de julho, ele comparecerá ao tribunal para explicar sua última detenção.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rodolfo Wicziok

    Rezo para que volte a poder competir novamente. O golfe não é o mesmo sem este jogador incrível.

    Curtir

  2. Estima-se que Tiger tivesse 120 empoderadas como amantes. A maior dor de cabeça, no entanto, eram as sogras.

    Curtir