Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tenista número 50 do mundo é pego no doping por cocaína

Britânico Daniel Evans admitiu ter falhado em exame antidoping: "Cometi um erro e preciso encarar as consequências"

O tenista britânico Daniel Evans admitiu nesta sexta-feira que testou positivo para o uso de cocaína em um exame antidoping realizado em abril. O jogador de 27 anos, número 50 do ranking da ATP, convocou uma entrevista coletiva para revelar o caso e agora deve enfrentar uma longa suspensão.

“É realmente importante que vocês saibam que isto aconteceu fora de competição e que o contexto foi completamente sem relação com o tênis”, declarou Evans. “Cometi um erro e preciso encarar as consequências. Eu posso apenas pedir profundas desculpas, do fundo do meu coração.”

Momentos depois do pronunciamento feito por Evans, a Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) divulgou comunicado confirmando o caso. De acordo com a entidade, o doping foi constatado em um exame realizado durante o Torneio de Barcelona, no dia 24 de abril.

A ITF ainda revelou que Daniel Evans será suspenso preventivamente. “O Sr. Evans será preventivamente suspenso com efeito a partir do dia 26 de junho, e seu caso dependerá de um julgamento futuro.”

Daniel Evans viveu este ano a melhor fase da carreira e alcançou sua posição mais alta no ranking em março, quando chegou a ser número 41 do mundo. Evans se destacou no Aberto da Austrália por eliminar cabeças-de-chave e também por seu uniforme “simplório”. O britânico nunca conquistou um título no circuito da ATP, mas já ganhou mais de 1,3 milhão de dólares (4,3 milhões de reais) em premiações.

(com Estadão Conteúdo)