Tenista japonês é banido do esporte por fraudes

Junn Mitsuhashi, que chegou a ser 295º do mundo, é acusado de oferecer dinheiro a outros tenistas para manipular resultados de jogos

A Unidade de Integridade do Tênis (TIU, na sigla em inglês) comunicou nesta terça-feira o banimento do japonês Junn Mitsuhashi pelo resto da vida por fraudes em partidas profissionais e impôs uma multa de 45.000 euros (cerca de 153.000 reais) ao tenista de 27 anos.

Mitsuhashi é acusado de coagir outros jogadores, apostar em partidas de tênis e se negar a cooperar com uma investigação desenvolvida pela TIU. Em novembro e dezembro de 2015, Mitsuhashi ofereceu dinheiro a jogadores para manipular o resultado de jogos. Além disso, nesse mesmo ano, fez 76 apostas sobre diferentes partidas.

O japonês jamais obteve grande destaque em sua carreira: chegou a ser o 295º colocado do ranking da ATP em 2009 e ocupava a posição número 1.997 no final de 2015, quando parou de jogar por causa das investigações sobre corrupção.

(com agência EFE)