Sem ‘tapetão’: STJD arquiva pedido do Inter

Clube gaúcho alegava irregularidades na contratação de Victor Ramos, do Vitória, e cobrava punição à equipe baiana, com quem briga por vaga na Série A

O Internacional terá que lutar por sua permanência na Série A do Brasileirão dentro de campo. A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) arquivou nesta quinta-feira o caso envolvendo o zagueiro Victor Ramos, do Vitória, que, de acordo com pedido da equipe gaúcha teria sido escalado de maneira irregular. Inter, Vitória e Sport lutam pelas duas últimas vagas na Série A de 2017.

O Inter ainda pode recorrer da decisão ao procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua. O procurador Glauber Guadelupe foi quem assinou o arquivamento do pedido colorado nesta quinta-feira. 

O Inter alegou que a negociação de Victor Ramos foi feita de maneira irregular. O zagueiro pertence ao Monterrey, do México, e foi emprestado ao Vitória nos moldes de uma transferência nacional, pois seu Certificado de Transferência Internacional (ITC, na sigla em inglês) ainda se encontrava no Brasil. Isso se deve ao fato de o jogador ter atuado pelo Palmeiras antes de seguir para Salvador.

Vislumbrando a possibilidade de tirar pontos do Vitória, a direção do Inter trouxe o caso à tona e apresentou ao STJD um documento no qual apontava “erros jurídicos” na transferência. O Inter queria a reabertura do caso pelo Tribunal e a perda de pontos nas 26 partidas em que o Victor Ramos atuou no Campeonato Brasileiro.

A procuradoria do STJD ouviu os dois lados, além da CBF, e concluiu que o jogador poderia ser escalado normalmente, já que não havia irregularidade.

O Inter está na zona de rebaixamento, em 17º, com 42 pontos, três a menos que o Vitória, 15º, e dois a menos que o Sport, 16º. Na última rodada, o Inter visita o Fluminense, enquanto o Vitória recebe o Palmeiras e o Sport recebe o Figueirense. Todos os jogos acontecem às 17h de domingo.

(com Gazeta Press)