Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem Jael, Lusa aposta no Canindé para estrear bem contra o Náutico

A Portuguesa estreia na Série B do Campeonato Brasileiro neste sábado, diante do Náutico. Além de não ter o centroavante Jael, o Cruel, grande esperança de gols, o time também não pode contar com Everton Luiz, zagueiro recém-contratado do time pernambucano e espião do técnico Jorginho sobre a equipe alvirrubra. Desta forma, a força da torcida no Canindé é a grande aposta da Lusa para vencer o duelo, que será realizado às 16h20 (horário de Brasília).Pelo sonho de retornar à Série A do Campeonato Brasileiro, que passou tão perto na última temporada, Jorginho não promete muitas coisas, mas algo ele tem em mente. ‘A vontade vai ser enorme e a dedicação será total’, prometeu.

O treinador testou diversas alternativas para a equipe, mas não quis confirmar a escalação que vai a campo na estreia. ‘Temos lesões em alguns jogadores, como o Everton Luiz, outros estão voltando agora. Não temos uma total definição’, comentou o técnico.

Everton tinha tudo para ser titular, mas por conta de um estiramento na coxa direita, não poderá entrar em campo, devendo, assim, ser substituído pelo garoto Jaime, que deve formar a zaga com Marcos Pimentel (na lateral direita), Mateus, que estreará pela equipe, e Marcelo Cordeiro (na esquerda). ‘Tomara que ele possa nos ajudar fora de campo, orientando sobre os jogadores que são os diferenciais do Náutico’, torceu o meia Henrique, em entrevista à GE.net.

No meio de campo, o mais provável é que uma formação já conhecida pela torcida do Campeonato Paulista seja reeditada, com Ferdinando, Guilherme e Marco Antônio. Jorginho inclusive já disse que quer os três jogadores se movimentem muito durante o jogo. ‘Para mim, não tem primeiro ou segundo volante. Quando o Ferdinando sobe, o Guilherme fica, e vice-versa. Até o Marco Antônio entra nessa, vocês vão ver ele mais recuado que os volantes’, explicou.

Na frente, foi onde o técnico mostrou mais dúvidas, testando várias possibilidades. No entanto, o mais provável é que Ananias e Henrique formem o ataque com Luís Ricardo, já que Jael é ausência certa, por suspensão.A expectativa da Lusa é que o Náutico não chegue para a partida atacando muito. ‘O time do Náutico tem muitos bons jogadores, como o Bruno Meneghel, que eu gosto muito. Mas conheço o Waldemar Lemos e sei que ele não vai vir aqui totalmente para a frente, pois sabe que se você vier para cima contra a Portuguesa no Canindé, é perigoso’, lembrou Jorginho, que quer ver a força da torcida.

‘Aqui no Canindé, nós temos que ganhar. O Náutico vai querer segurar o jogo, porque acha que a torcida vai xingar e reclamar se a gente não conseguir sair para o jogo. Mas vai ser exatamente o contrário, com nossos torcedores nos apoiando nos momentos mais complicados’, pediu.

Sobre sua expectativa para o jogo, o técnico foi direto. ‘Não vai ser fácil, mas não vai ser impossível.’

Pelo lado do Náutico, a aposta é no mistério. O técnico Waldemar Lemos não quis revelar quais serão os jogadores que vão a campo neste sábado, mas garantiu que o time está preparado. ‘Treinamos várias opções e estou satisfeito com o trabalho dos atletas, que estão se doando ao máximo’, comentou Lemos, ao site oficial do clube.

Um dos destaques do time, o atacante Bruno Meneghel aposta em uma partida complicada, principalmente pelo fato de atuar longe de casa. ‘A Portuguesa jogará em casa e nos dará muito trabalho. É um adversário direto e vamos procurar somar os três pontos’, declarou.

Sem poder contar com o atacante Ricardo Xavier, que sequer viajou a São Paulo, Kieza deve ganhar a posição no ataque, ao lado do próprio Meneghel.

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA x NÁUTICO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Data: 21 de maio de 2011, sábado

Horário: 16h20 (horário de Brasília)

Árbitro: Cláudio Francisco de Lima e Silva (SE)

Assistentes: Renílson Nunes e Cleriston Clay Barreto (ambos do SE)

PORTUGUESA: Weverton; Marcos Pimentel, Jaime, Mateus e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Guilherme e Marco Antônio; Ananias, Henrique e Luís Ricardo

Técnico: Jorginho

NÁUTICO: Gledson; Walter, Wescley e Jorge Felipe; Rodrigo Heffner, Everton, Derley, William e Deyvid Sacconi; Bruno Meneghel e Kieza

Técnico: Waldemar Lemos