São Caetano abre 2 a 0, mas ABC empata e continua invicto em Natal

O São Caetano quase foi o responsável por findar a invencibilidade do ABC em Natal. Nesta terça-feira, o Azulão fez 2 a 0, mas o time potiguar empatou por 2 a 2 e salvou o retrospecto favorável em seus domínios.

Com o empate, as equipes mantiveram as situações em que estavam na Série B do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro continua na parte de cima da tabela, agora com 22 pontos, mas fora do G-4. E o São Caetano persiste flertando com a zona de rebaixamento, com 15 pontos.

Na próxima rodada, o ABC visitará o ASA-AL, enquanto os paulistas buscarão um resultado positivo diante do Paraná.

O jogo – Defendendo a invencibilidade no Frasqueirão, o ABC-RN partiu para cima do São Caetano. Aos sete minutos, o lateral direito Pio pegou a sobra e chutou para boa defesa do goleiro Luís. Outro lance de perigo ocorreu na marca dos 19. Após cruzamento de Makelele, Leandrão girou dentro da área, mas parou novamente no arqueiro adversário.

O São Caetano, perto da zona da degola, apostou nos lances de bola parada e nos contra-ataques, e obteve resultado satisfatório. Aos 22 minutos, o volante Souza, revelado pelo Palmeiras, cobrou falta com perfeição e abriu o placar no Estado de Alagoas. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Mais efetivo, o Azulão surpreendeu e aumentou a vantagem. Artur invadiu a área e, aos 36 minutos, arrematou cruzado. O goleiro abecedista Wellington aceitou e complicou a situação da equipe comandada pelo técnico Leandro Campos.

Mesmo atrás do marcador, o ABC não desistiu e, antes do intervalo, descontou. Após cobrança de escanteio, Éderson – que entrou no lugar de Malaquias ainda na primeira etapa – bateu cruzado e venceu a meta paulista. Antes da ida ao vestiário sobrou tempo para Wellington se redimir. No último minuto da primeira etapa, Antônio Flávio apareceu livre e parou na intervenção do camisa 1 anfitrião.

Na segunda etapa, o São Caetano continuou não se intimidando com o ABC. Com jogadas rápidas, o time do ABC paulista freou o ímpeto do clube potiguar, que esboçou partir para cima a qualquer custo.

No entanto, depois de tanto bater, o clube mandante furou a meta adversária e igualou o marcador. Após boa jogada de Cascata, o oportunista Leandrão escorou de carrinho: 2 a 2.

Com o empate, a partida ficou ainda mais aberta. Desta forma, couberam a Luiz e Wellington operar milagres para a partida permanecer igualada até o apito final do juiz.