Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos perde para o Vélez Sarsfield na Argentina: 1 a 0

Para se classificar, equipe de Neymar precisará vencer por 2 gols de diferença

O Santos não passava uma partida em branco desde a derrota para o Barcelona na final do Mundial de Clubes de 2011

A primeira partida da geração de Neymar contra um clube argentino terminou em derrota. O Santos não conseguiu repetir as últimas boas atuações, contra Bolívar e Guarani, e acabou sendo dominado pelo Vélez Sarsfield, no inflamado e lotado estádio José Almafitani, em Buenos Aires.

Diante das chances criadas pela equipe de Ricardo Gareca, a vitória simples por 1 a 0 pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores acabou sendo pouco.

O gol foi marcado aos 35 minutos do primeiro tempo, em uma cabeçada do atacante Mauro Obulo, que encobriu o goleiro Rafael. Com Neymar bem marcado e Ganso em uma de suas atuações mais apagadas no ano, o Santos jogou muito recuado e deu espaços para o adversário. O time de Muricy Ramalho abusou de errar passes e ameaçou pouco o Vélez, dependendo principalmente dos chutes e escanteios venenosos de Elano – em um deles, o meia quase marcou um gol olímpico.

A derrota também quebrou uma marca da equipe paulista: desde o revés contra o Barcelona na final do Mundial de Clubes o Santos não passava em branco em uma partida.

Agora o Alvinegro precisa construir uma vitória por dois gols de diferença na quinta-feira que vem, na Vila Belmiro, para conseguir a classificação para a semifinal. Se devolver a derrota de 1 a 0 contra o Vélez, o jogo vai para os pênaltis. Qualquer outro placar elimina o time de Neymar e coloca um fim no sonho do tetra. Se passar pelas quartas, o Santos enfrenta o vencedor de Corinthians e Vasco na semifinal.

O jogo – Dentro de casa, com o apoio de mais de 40 mil torcedores, o Vélez Sarsfield começou tomando a iniciativa e controlando as ações em campo. As chances de gol, porém, foram poucas. Aos 15 minutos, Cabral chutou com perigo à esquerda do gol de Rafael. Aos 31, Augusto Fernández aproveitou um rebote e bateu forte. Atento, o camisa 1 fez a defesa. Quatro minutos depois, no entanto, a pressão surtiu efeito. Após inversão de jogo do ataque do Vélez, Papa foi à linha de fundo e cruzou. A bola desviou em Elano e acabou na cabeça de Obulo, que surpreendeu Rafael com um toque sutil.

No segundo tempo, o Santos voltou mais motivado e quase marcou um gol olímpico com Elano. Barovero salvou a equipe argentina espalmando para fora. O meia santista teve outra chance em uma falta perto da área – resultado de uma das poucas jogadas individuais de Neymar. Mas na cobrança, Elano chutou no meio do gol.

Muricy ainda tentou mudar a postura de sua equipe trocando Alan Kardec e Elano por Borges e Felipe Anderson, mas o Santos continuou recuado e assistiu às tentativas do Vélez de aumentar o placar no últimos minutos de jogo. A equipe argentina, porém, esbarrou na falta de pontaria e o 1 a 0 persistiu até o final.