Santos comemora centenário com festa liderada pelos ídolos Pelé e Neymar

Santos, 14 abr (EFE).- O Santos comemorou neste sábado o centenário de sua fundação com uma festa esportiva e musical no estádio Vila Belmiro, uma cerimônia que foi liderada pelo eterno ídolo Pelé e pelo atacante Neymar, o principal jogador do elenco comandado pelo técnico Muricy Ramalho, atual campeão da Taça Libertadores.

A programação começou cedo com uma partida entre os ex-jogadores do Peixe, disputado diante de cerca de 2 mil espectadores e no qual dez torcedores foram convidados para completar as equipes.

Entre os ex-atletas apareceram Manoel Maria, Abel, Clodoaldo, Alberto, Oberdan, Jamelli, Nenê Belarmino, Marcelo Passos e Marcio Fernandes.

Depois do jogo festivo e quando o estádio estava já quase lotado, Pelé chegou ao local em um helicóptero que aterrissou no meio do campo. Com o troféu da Taça Libertadores 2011 nas mãos, o Rei foi recebido por dirigentes e autoridades da cidade.

Depois de ser muito aplaudido, o eterno ídolo deixou nos centro das atenções o jovem Neymar, astro da equipe paulista e que roubou a atenção em uma inédita partida da equipe profissional contra cem crianças.

A partida denominada ‘Nós contra a rapa’, que teve duração de 30 minutos, terminou com um empate 2 a 2. O zagueiro e capitão Edu Dracena e o meia Paulo Henrique Ganso fizeram os gols dos profissionais, que tiveram que se esforçar para superar os cem adversários.

Muito assediado pelos pequenos adversários, alguns mais interessados em ficar perto do ídolo do que em se esforçar no jogo, Neymar recebeu um amarelo por ter fingido dar um cartão para o árbitro. O atacante seria substituído, mas o público lhe pediu para permanecer em campo.

Por ‘respeito’ ao treinador Muricy Ramalho, o jogador aceitou a substituição, mas voltou a campo para defender a equipe de crianças, que com a ajuda do astro conseguiu o empate.

A festa continuou com uma série de apresentações musicais, que tinham como atração principal a dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó.

A comemoração pelos cem anos de fundação do Santos inclui a apresentação de um novo uniforme, o lançamento de artigos comemorativos, um livro com imagens e um documentário audiovisual, entre outras atrações. EFE