Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sanchez responde críticas de LAOR e rechaça complô contra o Santos

Após a derrota do Santos para o Corinthians na última quarta-feira, por 1 a 0 na Vila Belmiro, o esgotamento físico de Neymar era perceptível. O jogador voltou a jogar pelo clube após disputar três jogos pela Seleção Brasileira, nos Estados Unidos, convocação que desgostou o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro.

O mandatário santista considerou absurdo que Neymar e Rafael tenham sido convocados mesmo estando em meio à disputa da Copa Libertadores da América, enquanto nenhum corintiano estava na lista de Mano Menezes. Luis Álvaro chegou a fazer uma reclamação diretamente a Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF, questionando as convocações.

‘Convocar esses jogadores para amistosos, que não acrescentam nada, para mim não faz sentido. Tirar os jogadores do ambiente de treinamento e alimentação que eles têm nos clubes’, declarou LAOR em entrevista à ‘Rádio Jovem Pan’.

O diretor de seleções da CBF respondeu às acusações de Luis Álvaro no início da tarde desta sexta-feira e rechaçou qualquer tipo de favorecimento ao Corinthians por meio das convocações da Seleção Brasileira.

‘O que eu tenho certeza e fico triste, porque eu conheço muito bem o Luis Álvaro, é que, ele me conhecendo e conhecendo o Presidente Marin, ele não podia falar em complô contra o Santos. No ano passado, os jogadores do Santos foram convocados e o Santos foi campeão, ele não pode levantar esse tipo de insinuação contra a CBF’, declarou Andrés Sanchez.

Contrariado pelas insinuações levantadas por Luís Álvaro, o ex-presidente do Corinthians declarou que a convocação dos jogadores santistas depende também da vontade deles e do clube, o que deverá ser ponderado nas próximas listas divulgadas por Mano Menezes.

‘Ele está colocando a CBF, o treinador da seleção e o meu nome nisso. A Seleção está no caminho certo, num período de harmonia, mas se ele não quiser que os jogadores sejam convocados, a vontade do atleta e do clube prevalecem’, disse.

A segunda partida entre Santos e Corinthians, pela semifinal da Copa Libertadores da América, acontece na próxima quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio do Pacaembu. Para se classificar à próxima fase, o Peixe precisa vencer marcando pelo menos dois gols. Uma vitória santista por 1 a 0 leva a partida para os pênaltis e qualquer empate classifica o Timão à final.