Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rosberg quer evitar oitavo vencedor diferente em oito corridas

Extremamente equilibrada – foram sete vencedores diferentes em sete corridas disputadas -, a temporada 2012 da Fórmula 1 chega ao GP da Valência sem um favorito ao topo do pódio. Sétimo colocado na classificação, Nico Rosberg acredita estar em condições de brigar pela vitória, apesar de considerar normal a possibilidade um oitavo piloto cruzando a linha de chegada pela primeira vez no ano.

‘Bem, espero repetir minha vitória (no GP da China, quando subiu ao topo do pódio da F1 pela primeira vez na carreira). Mas sim, poderemos ter um oitavo vencedor. Não é isso que torna essa temporada bem mais interessante que as anteriores?’, indaga.

O piloto ainda comentou o desempenho dos treinamentos desta sexta, quando terminou na nona e décima colocações.

‘Nós temos um bom carro, então é quase irrelevante a posição em que estamos, já que sempre temos a chance de alcançar um bom resultado. Nós demos um passo a frente com nosso jogo de pneus, o desgaste no Canadá foi muito menor que nas corridas anteriores’, analisa.Para o piloto, porém, é necessário melhorar ainda mais para manter-se na briga pelo título. ‘É crucial evoluirmos ainda mais. Tudo está próximo nesta temporada, não há mais diferença confortável para ninguém. Então a margem de diferença entre um fim de semana perfeito e um ruim pode ser traduzida entre pontuar ou não’, completa.

Rosberg ainda comparou os circuitos de Valência e Mônaco, o último disputado, considerados dois dos mais difíceis de se realizar ultrapassagens.

‘As retas são curtas e é difícil manter-se na mesma posição na curva. Essa é a similaridade com Mônaco. Com a mudança da zona DRS, meu palpite é que veremos mais ultrapassagens’, afirma, garantindo estar otimista para o Grande Prêmio.

‘Prevejo que teremos um bom desempenho neste final de semana. Quão bom? Vamos esperar e ver’, conclui.