Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rogério Ceni celebra fim de jejum na Vila e brilho dos jovens

Treinador colocou o jovem Luiz Araújo, que decidiu o clássico na segunda etapa. "Nosso time não têm medo", afirmou ex-goleiro após vitória por 3 a 1

A última vitória do São Paulo sobre o Santos na Vila Belmiro havia sido em 2009, justamente com um gol decisivo de Rogério Ceni. Nesta quarta-feira, o ídolo tricolor voltou a brilhar, desta vez como técnico, com uma substituição precisa. A entrada de Luiz Araújo no intervalo do clássico válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista foi fundamental para a vitória do São Paulo por 3 a 1, de virada. Quase sem voz, Ceni elogiou a postura de seus atletas e a personalidade dos jovens que, assim como ele, vieram das categorias de base.

“Nosso time não tem medo, tem coragem para jogar. Eles não se abalam com gol sofrido. Nem hoje aqui na Vila. Quero ver essa coragem nos olhos de cada um”, afirmou Rogério Ceni após a partida. O Santos saiu na frente com o colombiano Jonathan Copete, mas o São Paulo virou com gol de pênalti do peruano Christian Cueva, ainda na primeira etapa, e dois gols de Luiz Araújo.

Veja também

“No segundo tentamos dar um pouco mais de velocidade com o Araújo. Neilton estava sofrendo um pouquinho para acompanhar o lado direito do Santos, com o Ferraz que sobe muito. Colocamos Cueva mais aberto de um lado, Araújo de outro e Gilberto centralizado, para manter nossa postura defensiva”, explicou Ceni.

O ex-goleiro valorizou a evolução de Luiz Araújo e vislumbrou a permanência do atleta de 20 anos por muito tempo no clube. O próprio Rogério ajudou a convencer a revelação de Cotia a recusar uma proposta do Lille, da França, na última janela. “Fico feliz por ele. É um menino de muita velocidade e explosão, às vezes peca na última decisão. Hoje decidiu com dois gols, com passe para Gilberto. (…) Não penso nele para venda, penso nele para o São Paulo”.

Além de Araújo, jogaram bem na Vila Belmiro outras três crias das categorias de base do São Paulo: o já experiente Rodrigo Caio e os jovens Araruna e João Schmidt. “Não trouxe os jogadores de Cotia para vender, mas, com bom resultado a gente, quem sabe, consegue receita para segurar ele por mais tempo.”

(Com Gazeta Press)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Goes Junior

    Que Vergonha Perder para Esse São Paulo Lixo Do Rogerio Ceni

    Curtir