Repórter se emociona ao falar da morte de colega no ‘Jornal Hoje’

Ari Peixoto chorou ao noticiar que o corpo de Guilherme Marques, também da Globo, seria liberado em Medellín

O repórter Ari Peixoto se emocionou ao falar da morte de um colega de trabalho ao entrar ao vivo de Medellín, na Colômbia, para o Jornal Hoje. O profissional da Globo falava sobre a liberação dos corpos das 71 vítimas do acidente de avião da Chapecoense quando deu a informação de que, entre os três próximos corpos a serem liberados, dois deles são de brasileiros. “Entre esses dois brasileiros, eu tenho… eu não gostaria de dizer isso, mas é do nosso colega, Guilherme Marques, repórter do departamento de esportes da TV Globo. Evaristo. Desculpe”, disse o repórter, visivelmente emocionado.

Voltando ao estúdio do Jornal Hoje, Evaristo Costa tranquilizou Peixoto. “Ok, Ari, imagina, não precisa pedir desculpa por isso. A gente entende a sua emoção, é a mesma emoção de todos nós, funcionários da TV Globo, por perder um colega. Ari, muito obrigado por enquanto, a gente ainda volta a se falar”, afirmou.

Entre as 71 vítimas do acidente, vinte eram profissionais da imprensa. Além de Guilherme Marques, os outros profissionais da Globo eram Guilherme Van der Laars, Ari de Araújo Jr., da TV Globo, e Laion Espíndola, do GloboEsporte.com. Apenas um jornalista que estava a bordo da aeronave, Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, sobreviveu.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jurandir marques

    É uma situação difícil, uma tragédia inconsolável, uma dor irreparável, conforme se vê a solidariedade e o sentimento é mundial. Só nos resta orar e pedir a Deus por suas almas e que leve conforto e resignação a todos seus familiares e amigos!

    Curtir

  2. Geisa Magalhães

    Quando a notícia é dura demais até para os mais preparados em transmiti-la! Um grande abraço, Ari Peixoto e Evaristo! Vocês têm o nosso respeito e o nosso carinho. Dois repórteres que passam um sentimento de humanidade muito grande!!!

    Curtir

  3. É reconfortante sabermos que por traz dos competentes jornalistas estão pessoas que mantém a capacidade de se emocionarem, apesar de tudo a que estão expostos. Admiração pelos dois!!!

    Curtir

  4. Marcello Carioca

    Grande Ari Peixoto, essa dor imensa é de todos nós.

    Curtir

  5. igor leite batizaco

    Não tem como não, até pra o ary Peixoto grande nome do jornalismo se emocionou, a mesma dor que eles sentem, nos estamos sentindo tambem, que Deus conforte o coração de cada família dos falecidos.

    Curtir

  6. Antonio Belo Sobrinho

    Parabéns aos repórteres que tem essa sensibilidade de Ari Peixoto. A tragédia é enorme e profunda, mas a gente vê que temos muito a nos confortar, como esse vídeo que será um marco na sua carreira meu caro Ari Peixoto.

    Curtir

  7. Eu já penso o contrário… Apesar de ser completamente compreensivel, o ato de chorar em público (choro é algo pessoal) não deixa de transparecer uma dose de falta de profissionalismo… Imaginem, apenas para citar dois exemplos, um medico ou um bombeiro de salvamento chorarem por causa de paciente. Seria um outro exemplo de falta de profissionalismo.

    Curtir

  8. Grande repórter e ser humano. Que Deus abençoe a todos nessa hora difícil!

    Curtir

  9. Erisvaldo Borges

    Se porventura Rubens Alves o paciente fosse teu filho e o médico fosse vc,, será q conteria as lágrimas, ou usaria o proficionalismo??

    Curtir

  10. Erisvaldo Borges

    Profissionalismo

    Curtir

  11. JOSE FRANCISCO DA SILVA FILHO

    Parabens , Ari Peixoto, pode chorar a vontade todos nos jornalistas ou nao choramos com voce,um bom profissional e antes de tudo um bom ser humano.

    Curtir

  12. Bruno S. da Vitoria

    Maior prova de profissionalismo é demonstrar ter, sobretudo, alma. Grande Ari Peixoto1

    Curtir