Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paulistas superam disputa com Rio, mas buscam final inédita

Na história de 24 edições da Copa do Brasil, apenas São Paulo e Rio de Janeiro foram capazes de colocar dois representantes nas semifinais. Em 2012, foi a vez do futebol paulista alcançar o sucesso no torneio e, aliás, ficar com a soberania na rivalidade particular com os cariocas.

Com São Paulo e Palmeiras vivos, os paulistas chegam à semifinal da Copa do Brasil em dose dupla pela sexta vez (1997, 1998, 2000, 2001, 2002 e 2012). Em contrapartida, os cariocas conseguiram colocar dois representantes em cinco oportunidades (1993, 1995, 2006, 2007 e 2008).

Ao técnico Emerson Leão, do São Paulo, a ordem é exaltar a boa fase dos paulistas, que também estão em alta com a semifinal entre Corinthians e Santos pela Libertadores-2012, apesar do péssimo desempenho no início do Brasileirão, com Timão e Verdão nas últimas colocações. ‘Os paulistas vão se cruzar agora na Libertadores. Podiam fazer a final, mas não deixam. E isso pode acontecer na Copa do Brasil. Acho que é a prova que o planejamento está bom, o resultado está bom, mas não pode acomodar, tem que continuar correndo atrás, mesmo que saiba que seu time é competitivo’, comenta.

Ainda assim, o futebol carioca conta com marcas na Copa do Brasil que ainda são desejadas pelos paulistas. A principal delas foi colocar dois representantes na decisão do torneio. Em 2006, Flamengo e Vasco decidiram o título. Agora, São Paulo e Palmeiras podem repetir uma decisão caseira, desde que passem nas semifinais por, respectivamente, Coritiba e Grêmio.

TODOS OS SEMIFINALISTAS

DA HISTÓRIA DA COPA DO BRASIL

ANO

CAMPEÃO

VICE

SEMIFINALISTAS

2011

Vasco

Coritiba

Avaí e Ceará

2010

Santos

Vitória

Atlético-GO e Grêmio

2009

Corinthians

Internacional

Vasco e Coritiba

2008

Sport

Corinthians

Botafogo e Vasco

2007

Fluminense

Figueirense

Botafogo e Brasiliense

2006

Flamengo

Vasco

Ipatinga e Fluminense

2005

Paulista

Fluminense

Ceará e Cruzeiro

2004

Santo André

Flamengo

15 de Novembro e Vitória

2003

Flamengo

Cruzeiro

Sport e Goiás

2002

Corinthians

Brasiliense

Atlético-MG e São Paulo

2001

Grêmio

Corinthians

Ponte Preta e Coritiba

2000

Cruzeiro

São Paulo

Atlético-MG e Santos

1999

Juventude

Botafogo

Palmeiras e Internacional

1998

Palmeiras

Cruzeiro

Santos e Vasco

1997

Grêmio

Flamengo

Palmeiras e Corinthians

1996

Cruzeiro

Palmeiras

Flamengo e Grêmio

1995

Corinthians

Grêmio

Flamengo e Vasco

1994

Grêmio

Ceará

Vasco e Linhares (ES)

1993

Cruzeiro

Grêmio

Flamengo e Vasco

1992

Fluminense

Internacional

Palmeiras e Sport

1991

Criciúma

Grêmio

Remo e Coritiba

1990

Flamengo

Goiás

Criciúma e Náutico

1989

Grêmio

Sport

Flamengo e Goiás.

Ao São Paulo, a Copa do Brasil ainda é uma competição a ser explorada melhor. O Tricolor chegou à decisão apenas em 2000, quando acabou derrotado pelo Cruzeiro. Também foi eliminado na semifinal em 2002. Seu adversário agora será o Coritiba, finalista no ano passado e semifinalista em outras três oportunidades.

A tradição palmeirense na Copa do Brasil é maior. Em 1998, o Verdão foi campeão diante do Cruzeiro, com o inesquecível gol de Oséas nos instantes finais. Contra o mesmo adversário, perdeu a decisão de 1996. Por fim, esteve na semifinal em 1992, 1997 e 1999. Na próxima etapa, o Alviverde enfrenta o grande ‘bicho-papão’ do torneio: o Grêmio faturou o título quatro vezes.

‘Sabemos que o futebol paulista vem um pouco mais à frente há alguns anos, mas nas finais não tem favorito. Então, temos de colocar os pés no chão e jogar com força toda para buscar as vitórias’, analisa Luan, atacante do Palmeiras.

A decisão de um torneio nacional diante de um rival regional também traz uma pitada extra de dificuldade e pressão em função da rivalidade. O palmeirense Luan evita, portanto, torcer por um confronto contra o São Paulo na Copa do Brasil. ‘Não estou pensando ainda em quem vai vir na final. Estamos focados primeiro em passar pela semifinal, que vai ser uma guerra. Temos que trabalhar e dar o máximo para sair com a vitória’, confirma.

O Rio de Janeiro tem outro recorde na história da Copa do Brasil que não será quebrado em 2012. O estado foi o único a contar com três semifinalistas. Em 2006, no ano em que Flamengo e Vasco foram para a decisão, o Fluminense também esteve entre os quatro melhores.

* Colaboraram Luiz Ricardo Fini e Gabriel Carneiro, especial para GE.Net