No Serra Dourada, Goiás e ASA duelam para embalar na Série B

Goiás e ASA-AL se enfrentam nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), no Serra Dourada, para embalar na Série B. Após duas rodadas, ambas as equipes têm uma vitória e uma derrota na competição.

Entretanto, goianos e alagoanos não estão distantes do grupo da frente, já que nenhum time conquistou duas vitórias até então. Portuguesa, Criciúma, Paraná e Sport, com quatro pontos, formam o G-4.

Três dias após perder para o Náutico, nos Aflitos, o Goiás volta a campo diante da sua torcida sem três jogadores. O volante Carlos Alberto e o meia Robert estão entregues ao departamento médico. O também volante Zé Antônio está suspenso pelo cartão vermelho diante dos pernambucanos.

O treinador Artur Neto pode manter o esquema tático e promover a entrada de Leandro, ou então utilizar dois meias e apenas um cabeça de área. Outra possibilidade ainda é escalar Rafael Toloi ou Valmir Lucas no meio de campo. Ambos já atuaram no setor nas categorias de base do Goiás.

O ASA não terá desfalques. Pelo contrário, o técnico Vica conta com a volta do zagueiro André Nunes. Recuperado de lesão, o jogador reforça o setor defensivo, que sofreu na estreia da competição, ao levar cinco gols da Ponte Preta.

Na última partida, diante do Americana, já houve uma evolução, a equipe foi vazada apenas uma vez e, com os dois gols marcados, o ASA conquistou a primeira vitória na Série B. O resultado foi muito comemorado por Vica, que acredita que o time está com o espírito correto para a disputa da Segundona.

‘Os jogadores estão incorporando o espírito da Série B. Realizamos uma marcação mais forte, desde os homens da frente. Agora, precisamos manter isso para o restante da competição.’

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X ASA-AL

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: 31 de maio de 2011, terça-feira

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)

Auxiliares: João Antonio Sousa Paulo Neto e Cesar Augusto de Oliveira (ambos do DF)

GOIÁS: Pedro Henrique; Ernando, Marcão e Rafael Toloi; Oziel, Amaral, Leandro, Marcelo Costa e Digão, Felipe Amorim e Assuério

Técnico: Artur Neto

ASA: Tuti; André Nunes, Toninho e Tiago Alves; Sérgio Bueno, Marcelo Costa, Galiardo, Marielson, Raul e Maurim; Alexsandro

Técnico: Vica