Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy culpa cansaço por derrota do Santos para Vélez

Apático, clube brasileiro foi abatido por 1 a 0 nesta quinta, em Buenos Aires

O técnico Muricy Ramalho culpou a maratona de jogos do Santos, que intercalou duelos das finais do Campeonato Paulista com confrontos da Libertadores nas últimas semanas, pela atuação ruim da equipe na noite de quinta-feira, na Argentina. Apático, o time foi batido por 1 a 0 pelo Vélez Sarsfield, no Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, pelas quartas de final da Libertadores.

“O Santos não jogou bem. Pelo que vi, o time sentiu o cansaço dos últimos jogos, faltou um pouco de perna. E o Vélez foi melhor”, disse Muricy. “No segundo tempo, eles não forçaram tanto o jogo, não entendi, acho que ficaram com medo do nosso contra-ataque”, completou.

Com isso, o Santos deverá estrear no Campeonato Brasileiro com uma equipe basicamente formada por reservas. No domingo, o time vai encarar o Bahia, em Salvador, às 18h30. “Se a gente está com esse problema, chega uma hora que precisamos parar, ou alguns jogadores vão estourar. É só a primeira rodada do Campeonato Brasileiro e temos que pensar na Libertadores”, justificou Muricy.

O treinador também fez um apelo para que a diretoria marque o segundo jogo contra o Vélez Sarsfield, na próxima quinta-feira, para a Vila Belmiro. “Tem sempre o lado econômico, mas agora o Santos tem que deixar isso de lado. Nesse momento tem que ser na Vila. Os jogadores se sentem bem lá e precisamos do clima de pressão”, comentou.

(Com Agência Estado)