Marquinhos deixa Tite orgulhoso por atuação contra o Santos

Quando subiu no gramado da Vila Belmiro, o técnico Tite assumiu que estava ‘correndo risco’ ao escalar um zagueiro de apenas 17 anos para disputar o clássico contra o Santos, neste domingo. Mas Marquinhos se mostrou seguro na partida e, mesmo com a derrota por 1 a 0, foi elogiado pelo comandante.

‘Que orgulho eu tenho de um garoto de 17 anos, que foi abraçado pelo grupo inteiro, jogar muita bola em um jogo como esse, mesmo pressionado pelo cartão amarelo’, sorriu Tite, insatisfeito com a punição que Marquinhos recebeu no primeiro tempo, por falta no atacante Borges. ‘Foi injusto. Nem falta foi. E, ainda assim, ele aguentou o Santos forçando as jogadas nele para tomar outro cartão.’

Entre os pratas da casa que foram campeões da Copa São Paulo no início do ano, Marquinhos é aquele mais em alta no elenco do Corinthians. ‘Foi legal vê-lo entrar e fazer uma bela partida em um clássico’, apoiou o lateral esquerdo Fábio Santos.

Marquinhos seria uma opção importante para o Corinthians se estivesse inscrito na Copa Libertadores da América, uma vez que Paulo André continua machucado, enquanto Leandro Castán se recupera de forma mais acelerada, e Wallace se contundiu no clássico contra o Santos.