Madson não deve mais atuar pelo Furacão

Contratado como uma possível esperança para o setor de criação do Atlético Paranaense, ou até mesmo para o ataque se fosse necessário, o meia Madson não deve mais atuar com a camisa rubro-negra. O jogador faltou ao treino desta segunda-feira e irritou comissão técnica e diretoria, já descontentes com o atleta.

Mais conhecido por suas polêmicas fora de campo do que por seu futebol dentro dele, o baixinho ficou 10 meses na Baixada, marcando 11 gols. Um número baixo, mas para a situação da equipe na temporada até razoável, o suficiente para ser o vice-artilheiro. Porém, Madson não se firmou nem com Renato Gaúcho nem com Antônio Lopes, os dois últimos treinadores, além de ser prejudicado com lesões.

O anuncio oficial da diretoria atleticana sobre seu caso deverá ocorrer nesta terça-feira, quando o vínculo deve ser desfeito. O destino do jogador deverá ser a Vila Belmiro, já que Santos detém seus direitos. Caberá ao Peixe definir o futuro do meia, que pode não ter espaço com também com Muricy Ramalho.