Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luis Fabiano deixa treino com dor de cabeça, mas joga no Engenhão

Ainda durante o aquecimento com bola nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda, Luis Fabiano deixou o campo. Mas não deve ser problema para a estreia do Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra o Botafogo, no Engenhão. O jogador só não completou a atividade por reclamar de dor de cabeça, embora Emerson Leão cite problemas no tornozelo.

‘O Fabiano saiu do treino hoje (sexta-feira) porque chegou para o médico reclamando ou alertando de doriznha no tornozelo, depois disse que não dormiu bem, depois disse que teve dor de cabeça durante a notie. Não estava com empenho total, então é melhor separar e foi para o departamento médico. Se estiver bom, vai jogar. Se não, não vai’, disse o técnico, insistindo sempre que prefere tirar o jogador do treino e tê-lo nos jogos.

Os médicos nem cogitam descartá-lo. ‘Não tem nem porque ele ser desfalque. É só uma dor de cabeça’, comentou o médico José Sanchez. ‘Ele até tentou continuar treinando, mas não conseguiu’, continuou explicando, descartando qualquer possibilidade de o camisa 9 não estar em campo na partida marcada para as 16 horas (de Brasília). O proprio jogador seguiu para os vestiários dizendo ‘estar tudo bem’.

Estar confirmado para o confronto é um alívio particular para Luis Fabiano. Através do Twitter, desde terça-feira tem trocado mensagens com Renato, meia do Botafogo, e estabeleceu uma aposta com o amigo desde quando atuaram juntos no Sevilla: quem perder, lavará a camisa do outro.

‘A brincadeira começou pela parceria que temos, foram seis anos juntos no Sevilla. Foi fluindo a brincadeira e virou uma aposta sadia, tranquila. Coisa que deixa o espetáculo ainda mais acirrado’, comentou o atacante. ‘É só uma aposta, mas não quero perder. Vou conversar com os meus companheiros para que possam me ajudar. É sempre bom estrear com vitória, independentemente da aposta. Que o Renato lave a minha roupa, não vou lavar a dele, não’, sorriu.

Sem o centroavante titular, o elenco realizou trabalho técnico com limites nos toques de bola e se reuniu para conversar com Emerson Leão no meio-campo. Neste sábado, o São Paulo realiza o último treinamento, com portões fechados, antes de viajar para o Rio de Janeiro.

Como Luis Fabiano está confirmado, os únicos desfalques são Rogério Ceni, Wellington e Cañete, todos em recuperação de cirurgia, e Fabrício, que tenta retomar sua condição física depois de passar por três contusões nesta temporada.

O time deve ser o mesmo que iniciou a vitória sobre o Goiás, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, no Morumbi: Denis; Douglas, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas e Luis Fabiano.