Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luis Fabiano consulta cirurgião plástico para acelerar reestreia

Após mais de dois meses de operação para retirar um tendão próximo ao joelho direito, os médicos do São Paulo cansaram de esperar o que consideram o último problema para Luis Fabiano entrar em campo: a cicatrização do corte da cirurgia. O atacante se consultará na tarde desta terça-feira com um cirurgião plástico e pode passar por uma nova intervenção.

‘Era para o corte ter cicatrizado em oito semanas, mas não cicatrizou. E sem isso ele não vai para o campo, já que pode cair no gramado, levar um chute. Fizemos tudo o que podíamos fazer, até usando antibióticos. Preferimos, então, consultar um cirurgião plástico, que vê casos desse tipo todos os dias e pode nos dizer melhor o que fazer para cicatrizar’, informou José Sanchez, médico do São Paulo.

A decisão de levar o atleta para um terceiro médico foi tomada em conjunto pelos profissionais do Tricolor e Rene Abdalla, responsável pela cirurgia e quem sugeriu o nome do cirurgião plástico. Sanchez conta que houve até uma tentativa de cortar a borda da incisão há alguns dias, na esperança de que a fechasse completamente, o que não ocorreu.

‘Ainda está um pouco aberto. Estávamos na esperança de que evoluísse naturalmente para uma cicatrização, mas vamos ficar olhando até quando?! Esperamos até o limite razoável, até excedemos’, admitiu Sanchez, preocupado em não ver o atleta completar a décima semana seguinte à cirurgia ainda com esta dificuldade na cicatrização.

O médico do São Paulo assegura que não existe mais nenhum problema no procedimento realizado para retirada do tendão – feita ao lado de um cirurgião plástico, segunda Sanchez -, e que o único empecilho para Luis Fabiano voltar a treinar com bola no campo é tratar sua pele. E mostra até otimismo em relação à liberação do atleta em caso de cirurgia plástica.

‘Ele vai precisar de pelo menos uma semana, dez dias para cicatrizar os pontos. Mas tem uma vantagem. Quando ficar bom, só vai fazer um pouquinho de fortalecimento muscular e já vai para o campo’, projetou, sem confirmar a previsão do próprio centroavante de que reestreará em, no máximo, um mês.