Jogadores do Atlético-GO projetam dificuldades em duelo com o Furacão

Após duas derrotas consecutivas, o Atlético-GO busca reencontrar o caminho das vitórias diante do ameaçado Atlético-PR, fora de casa, para conseguir chegar aos 45 pontos, número que, nas contas do clube, livra a equipe do rebaixamento. Para isso, porém, os jogadores do Dragão sabem que sofrerão com a pressão de jogar em Curitiba (PR).

‘Sabemos das dificuldades de jogar lá. O torcedor fica bem próximo do gramado, empurra o time deles pra cima dos adversários e com certeza vamos ter que tomar muito cuidado para conseguir um bom resultado’, explicou o lateral direito Rafael Cruz.

Buscando há duas rodadas chegar aos sonhados 45 pontos, o clube goiano entende que a vontade de conquistar rapidamente os três pontos que faltam pode atrapalhar. ‘Essa ansiedade às vezes até atrapalha, pois queremos conquistar logo a permanência na elite do Brasileirão, e este jogo será mais uma final, pois eles querem a chance de sair da zona de rebaixamento’, explicitou o goleiro Márcio.

Após trabalhar na manhã desta quinta-feira, o elenco rubro-negro deverá treinar novamente no CT Dragão nesta tarde. Com isso, o meia Vitor Júnior deverá ser reavaliado. O camisa 10 sofreu uma contratura muscular diante do Internacional e é dúvida para pegar o Furacão – caso não jogue, Ernandes deverá ser titular.

Com 42 pontos ganhos e na 12colocação do Brasileiro, o Dragão está dez pontos à frente da zona de rebaixamento. O encontro com o time de Antônio Lopes, válido pela 33rodada do Nacional, está marcado para as 19 horas (de Brasília) de domingo, na Arena da Baixada.