‘Homenageado’ pelo Vôlei Futuro, Cruzeiro vence e assume liderança

Após reclamar de homofobia de alguns torcedores do Sada/Cruzeiro no ano passado, o Vôlei Futuro resolveu ser solidário a Wallace, jogador da equipe mineira chamado de ‘macaco’ por uma torcedora do Vivo/Minas. Mas o uniforme em homenagem ao oposto não diminuiu o clima intenso da partida, que terminou com vitória por 3 a 1 (24/26, 26/24, 25/23 e 25/23) e liderança da equipe celeste.

Com a vitória, o Cruzeiro atingiu a primeira colocação da Superliga Masculina de Vôlei porque venceu por 3 a 1 e somou mais três pontos, ultrapassando o Vôlei Futuro. A disputa pela liderança tornou o ambiente dentro de quadra cheio de discussão do início ao fim da partida.

Mesmo antes de o jogo começar, a primeira polêmica surgiu com uma carta entregue pelo Cruzeiro à arbitragem. O documento informava que os atletas do Vôlei Futuro, impedido de treinar por falta de energia elétrica no ginásio em Contagem (MG), teriam danificado parte do vestiário. A equipe paulista negou.

Em quadra, o Vôlei Futuro – que já chegou a atuar com as cores que simbolizam o movimento gay em solidariedade a Michael, assumidamente homossexual e chamado de ‘bicha’ por torcedores do Cruzeiro no ano passado -, entrou em quadra vestindo uniformes pretos. Todas as camisas tinham o nome de Wallace e a inscrição ‘VF contra discriminação

Mas nada minimizou o aspecto decisivo e o clima nervoso do confronto. Em quadra, o Vôlei Futuro, mesmo bastante pressionado pela torcida cruzeirense, que compareceu em bom número, foi melhor no primeiro set, vencendo por 26 a 24. Na sequência, porém, os anfitriões desequilibraram.

O segundo set foi vencido pelo Cruzeiro por 26 a 24. As duas parciais seguintes foram vencidas por 25 a 23, mas o árbitro chegou a dar um cartão amarelo para cada equipe com o objetivo de conter os ânimos. Os atletas se acalmaram, mas novo foco de confusão ocorreu durante os cumprimentos por baixo da rede após o fim do jogo, com áspera discussão entre Ricardinho, do Vôlei Futuro, e Mauricio, do Cruzeiro. Ambos, contudo, diminuíram o tom, deixando só festa para a torcida cruzeirense.

Confira os resultados de outros jogos deste sábado da nona rodada do segundo turno da Superliga Masculina:

RJX 3 x 0 Londrina/Sercomtel (25/23, 25/20 e 25/20)

BMG/São Bernardo 1 x 3 Medley/Campinas (21/25, 25/21, 29/31 e 13/25)

UFJF 1 x 3 BMG/Montes Claros (23/25, 25/17, 18/25 e 21/25)

Volta Redonda 0 x 3 Cimed/Sky (19/25, 20/25 e 20/25)

Sesi-SP 3 x 2 Vivo/Minas (20/25, 25/17, 29/31, 25/23 e 15/8)