Gyan diz precisar de tempo para se recuperar de erro

Por AE-AP

Johannesburgo – O atacante Asamoah Gyan pediu desculpas ao seu país nesta segunda-feira pela decisão de parar de atuar pela seleção de Gana, mas insistiu que ele precisa de um tempo de afastamento para se recupera da perda de outra pênalti decisivo em uma competição importante.

Gyan, de 26 anos, cuja decisão de parar de jogar temporariamente por Gana foi anunciada no fim de semana, disse ao site sul-africano supersport.com que a pausa irá ajudá-lo a “voltar maior e mais forte mentalmente”.

O atacante perdeu um pênalti nas semifinais da Copa Africana de Nações contra Zâmbia, que depois se sagrou campeã. Dois anos antes, ele havia desperdiçado uma cobrança nos últimos instantes da prorrogação de partida contra o Uruguai, válida pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Esse erro em 2010, quando sua cobrança acertou o travessão, impediu Gana de entrar para a história como a primeira seleção africana a disputar uma semifinal de Copa do Mundo. A equipe perdeu a disputa de pênaltis, enquanto diante de Zâmbia foi derrotada por 1 a 0.

“Como você pode imaginar, tem sido muito difícil mentalmente para mim perder dois

importantes pênaltis sucessivos pelo meu país”, disse Gyan. “Eu nunca me recuperei totalmente da Copa do Mundo de 2010 e agora da Copa Africana de Nações de 2012”, disse. “Eu quero o meu país saiba que eu amo jogar por ele e eu não seria quem eu sou sem ele. Então, eles devem me dar algum tempo para que eu possa voltar”.

Gyan pediu o apoio dos torcedores de Gana depois que a associação de futebol do país disse no sábado que os insultos recebidos pelo jogador no retorno da seleção ao país após a disputa da Copa Africana de Nações o levou a decidir pela saída da equipe.

A Associação de Futebol de Gana acrescentou que estava em negociações com o atacante para convencê-lo a reconsiderar a decisão, mas os comentários desta segunda-feira mostram que a sua decisão é definitiva. “Nunca tive a intenção de tomar uma decisão como esta no começo da minha carreira, psicologicamente estou para baixo”, disse. “Uma pausa para recuperar os meus pensamentos e emoções vão me ajudar a voltar maior e mais forte mentalmente”.

Gana joga um amistoso contra o Chile no final de fevereiro, Em junho, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, a equipe vai encarar Lesoto e Zâmbia. Gyan, que está emprestado ao Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos, pelo Sunderland, da Inglaterra, não disse por quanto tempo pretende ficar longe da seleção.