Flamengo vence América-MG e se aproxima do G4

Vitória por 2 a 1 no Espírito Santo deixa equipe carioca a dois pontos do Santos, o quarto colocado no Brasileirão

O Flamengo encontrou dificuldades, mas conseguiu vencer o América-MG por 2 a 1, nesta segunda-feira, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES). Além de se aproximar do grupo de classificação para a Copa Libertadores, o time rubro-negro impôs ao mineiro a sétima derrota consecutiva em partida pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 27 pontos, em sexto lugar, o Flamengo permanece dois atrás do Santos, o quarto colocado. No domingo, os cariocas enfrentam o Coritiba, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Lanterna do Brasileirão, o América-MG segue com 8 pontos e pega o Grêmio, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

O jogo – Foi difícil para os cariocas finalizarem ao gol. O novo técnico do América-MG, Enderson Moreira, não hesitou em organizar um time fechado, sem dar espaços para o adversário. Com todos os jogadores na metade defensiva, o clube mineiro fez uma eficiente marcação e dificultou a vida do Flamengo, que trocava muitos passes, mas sem produtividade.

O primeiro chute demorou a sair e ainda foi mineiro. Aos 26 minutos, Victor Rangel puxou contra-ataque, mas finalizou fraco e em cima do goleiro Alex Muralha. Um minuto depois, o Flamengo também fez a sua tentativa, sem sucesso, com o argentino Mancuello.

Embora ruins, os dois lances deram novo ânimo ao jogo. Aos 28 minutos, em contragolpe mineiro, Gilson recebeu passe de Victor Rangel e obrigou Alex Muralha a fazer boa defesa. Na sequência, o Flamengo chegou a balançar as redes, mas Guerrero estava impedido.

O América-MG iniciou o segundo tempo mais solto e assustou com Bruno Telles, em chute de fora da área. Os mineiros ainda tiveram nova chance, após falha de Chiquinho, mas Alex Muralha defendeu. No contra-ataque, aos 10 minutos, Pará cruzou na medida para Guerrero completar e fazer 1 a 0.

Com a vantagem, não demorou para o Flamengo ampliar. Aos 13 minutos, Roger colocou a mão na bola dentro da área: pênalti. Alan Patrick cobrou e fez 2 a 0. Baqueado pelos dois gols, o América-MG ainda viu Guerrero acertar a trave, aos 16. E o centroavante ainda perdeu gol na pequena área, aos 28.

Quando já parecia sem forças, o América-MG reagiu. Aos 31 minutos, Danilo teve liberdade pelo lado esquerdo e cruzou para Juninho diminuir. Sem nada a perder, os mineiros impuseram uma pressão nos minutos finais, com o Flamengo mais acuado. Porém, os cariocas não tiveram a mesma desatenção do gol e conseguiram segurar a importante vitória por 2 a 1, em Cariacica.

(Com Estadão Conteúdo)